PUBLICIDADE

Corrida para iniciantes: 5 dicas para cortar caminho e evoluir mais rápido

Especialista indica quais os primeiros passos que um corredor deve dar em busca de seus objetivos

5 out 2021 10h26
| atualizado às 11h26
ver comentários
Publicidade
Corrida para iniciantes
Corrida para iniciantes
Foto: Shutterstock / Sport Life

A corrida para iniciantes é repleta de novos desafios, expectativas e até mesmo insegurança. Para as pessoas que possuem um estilo de vida sedentário, por exemplo, os cuidados precisam ser redobrados. Ser dominado pela empolgação do começo e não ter a orientação adequada podem atrasar a evolução e gerar lesões. Porém, não existem dúvidas que optar por hábitos mais ativos e apostar na corrida para promover saúde, bem-estar e emagrecimento é uma decisão correta.

A pandemia de Covid-19 alterou bruscamente a vida de todas as pessoas do planeta, sem exceção. De uma hora para outra, até ir para a academia realizar algumas séries de exercício se tornou um hábito arriscado e, por vezes, proibido. Medidas drásticas e necessárias para conter a disseminação do vírus, mas que deixaram as pessoas mais sedentárias. No entanto, provas virtuais - como a SportLife Run - e o avanço da vacinação, aos poucos, ajudam a retomar um estilo de vida que ficou para trás.

Muitas pessoas que antes eram ativas esportivamente, agora se tornaram sedentárias e precisam ter calma. A ansiedade para retomar ao mesmo patamar do passado pode ser perigosa. É preciso aceitar que corrida para iniciantes se tornou uma realidade até para quem já foi bem treinado algum dia. Por isso, Juliana Oruê, personal trainner, running coach, especialista em corrida e fundadora da UniRun - Universidade da Corrida - separou algumas dicas fundamentais para quem deseja voltar ou começar a correr. Confira:

1 - Busque avaliação médica

Depois de tanto tempo parado, é fundamental checar como anda a saúde antes de iniciar uma nova atividade. "É importante realizar uma consulta com um médico do esporte ou cardiologista. O ideal, para evitar lesões, é que o Índice de Massa Corporal (IMC) esteja abaixo de 30. Enquanto a pessoa estiver na zona de obesidade, é necessário optar por caminhadas e fortalecimento", explica Juliana.

2 - A evolução é gradativa

Querer acompanhar o ritmo de treino daquele influenciador famoso ou recomeçar de onde parou, sem um período de adaptação, é um erro comum e que precisa ser evitado. "Nos primeiros 90 dias, recomenda-se treinar, no máximo, três vezes na semana, com duração evoluindo entre 45 e 90 minutos. A dica é começar com caminhada e, conforme ganhar condicionamento, iniciar a corrida de forma alternada", recomenda a professora.

3 - Fortaleça a musculatura

É preciso ser forte. Preparar os tecidos musculares para o novo estímulo é fundamental para evitar lesões no início. "O corredor pode fazer musculação, pilates ou treinamento funcional, por exemplo, de 1 a 2 vezes na semana", conta Juliana.

4 - Mude para não enjoar

A empolgação do retorno é rápida e, se não for bem trabalhada, além de gerar problemas de lesão também pode transformar o exercício em algo entediante. Corrida é um esporte versátil, por isso, a dica é diversificar os estímulos. "A esteira pode ser uma alternativa para começar, mas a corrida ao ar livre traz mais benefícios ao corpo e à mente. Sempre que possível, é recomendado variar o trajeto e o solo, correndo no asfalto, no gramado e na pista. Para quem prefere somente a esteira, a dica é variar na altimetria e na velocidade. O importante é ter novas experiências e não cair na mesmice", diz a especialista.

5 - Atenção com o tênis e o material

A corrida para iniciantes é uma atividade intuitiva, mas, ao contrário do que alguns podem pensar, não é só sair por aí e correr. "Roupas confortáveis e um calçado adequado são essenciais para treinar. Não há necessidade de escolher os modelos mais tecnológicos nem os que estão na moda, mas é importante investir nesses itens e testar o que é mais adequado para cada pessoa", finaliza Juliana.

Sport Life
Publicidade
Publicidade