PUBLICIDADE

Mistura matadora une figurino de "House of Gucci" e Lady Gaga

25 nov 2021 07h57
ver comentários
Publicidade

Não tinha como ser diferente. Lady Gaga já é fashion por natureza. E se é protagonista de um filme que tem a moda como essência, a mistura não poderia ser mais explosiva e matadora. Sim, matadora tanto no sentido figurado quanto no enredo do filme "House of Gucci", que estreia nesta quinta-feira (25), e conta a história do assassinato de Maurizio Gucci, em 1995, a mando de sua mulher Patrizia Reggiani, vivida pela cantora.

Adam Driver e Lady Gaga em cena de “House of Gucci
Adam Driver e Lady Gaga em cena de “House of Gucci
Foto: Divulgação / Elas no Tapete Vermelho

Além da trama policial e de elenco de peso, como Adlam Driver, Al Paccino, Jeremy Irons, Jared Leto e Salma Hayek, o filme é um prato cheio para os amantes de moda, pois cobre um período de 20 anos, de 1975 a 1995.

A história é baseada no livro homônimo, que no Brasil se chama "Casa Gucci", escrito pela historiadora de moda, Sara Gay Forben. A escritora entrevistou mais de 100 pessoas e manteve correspondência com Patrizia durante seu tempo na prisão. O livro acaba de ser relançado por aqui com posfácio que atualiza os acontecimentos após 2008, ano de sua primeira edição.

Lady Gaga como Patrizia Reggiane na cena de casamento
Lady Gaga como Patrizia Reggiane na cena de casamento
Foto: Reprodução / Elas no Tapete Vermelho

Um filme que fala de um dos crimes que movimentou o mundo fashion dos anos 1990, ao lado do assassinato de Gianni Versace, dois anos depois, em 1997, não podia pecar no figurino. E decididamente isso não aconteceu. Mesmo que as roupas usadas por Lady Gaga não sejam réplicas das vestidas pela mandante do crime, que cumpriu pena de 18 anos e foi libertada em 2016, há peças originais emprestadas pela Gucci ou comprada em brechós de luxo, além de outras centenas produzidas pela equipe da figurinista Janty Yates.

Lady Gaga com colar da Bvlgari
Lady Gaga com colar da Bvlgari
Foto: Reprodução / Elas no Tapete Vermelho

Yates, entrevistada por revistas de moda, como Vogue e Elle, contou detalhes para a criação das roupas. Segundo ela, Lady Gaga gravou 54 dias e usou 54 looks diferentes, apesar de terem sido feito entre 70 e 100 figurinos para a atriz. Entre eles, e um dos eleitos pela especialista, o vestido de noiva para a cena de casamento com Maurizio, vivido por Adam Driver. Chegaram a fazer uma réplica do original, que era mais liso e simples, mas o escolhido foi um todo bordado e costurado à mão, que demorou cerca de seis a oito semanas para ser feito.

A Gucci, que tem como diretor criativo Alessandro Michelle, não não se envolveu na produção do filme, dirigido por Ridley Scott, mas abriu seu acervo para a pesquisa e até emprestou algumas peças originais. Yates destacou à Vogue americana dois looks originais usados por Lady Gaga: um terninho coberto pelo logotipo da Gucci e uma blusa com o logotipo e uma saia marrom.

A figurinista conta ainda que estava apavorada em fazer as roupas usadas por Lady Gaga, apesar de sua experiência de dezenas de filmes e um Oscar na carreira, por "Gladiador", também dirigido por Scott. Nas entrevistas às revistas, confessou que a própria cantora mostrou o caminho para a criação das peças: "Quero me vestir como minha mãe", disse a Lady Gaga. A mãe da atriz, Cynthia Germanota, é descendente de italianos.

Joias originais e antigas

Lady Gaga com joias da Bvlgari
Lady Gaga com joias da Bvlgari
Foto: Reprodução / Elas no Tapete Vermelho

As roupas são exuberantes e também as joias, muitas delas originais, como na cena em que Lady Gaga usa um sensual vestido vermelho e em outra com look brilhante. Algumas das joias escolhidas para compor as produções é da Bvlgari. Entre elas, um colar de alta joalheria da nova coleção "Magnífica", em platina com 11 rubis ovais, 77 brilhantes redondos e pavê de diamantes.

Yates também selecionou peças da Bvlgari Heritage, como um colar em ouro com ametistas, citrinos, turmalinas rosa, esmeralda, safiras e diamantes de 1991. Para combinar, brincos em ouro com ametistas, citrinos, esmeraldas e diamantes (1989), além de uma pulseira em ouro com ametistas e diamantes (1972) e outra em ouro com ametistas e quartzos rutilados e diamantes (1977). Fashionistas, não percam!

Elas no Tapete Vermelho
Publicidade
Publicidade