0

Cocadas que têm afeto: histórias e receitas caseiras para conhecer

20 set 2020
07h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Guia da Cozinha - Cocadas que têm afeto: histórias e receitas caseiras para conhecer
Guia da Cozinha - Cocadas que têm afeto: histórias e receitas caseiras para conhecer
Foto: Guia da Cozinha

Descubra agora vários jeitos de como fazer cocada daquelas caseiras e teste hoje mesmo!

Quem aí nunca ouviu falar em cocada? Muito provavelmente não existe. Cocada é um doce açucarado feito à base de coco, muito tradicional na América Latina e na Angola. No Brasil, há registros de cocada desde 1750, principalmente em Salvador, na época da escravatura. O coco era utilizado em vários preparos salgados, como, por exemplo, na moqueca.

Com as sobras do coco, aproveitavam e faziam um doce, com melaço de cana de açúcar ou rapadura. Por ser tão maravilhosa, a cocada não resistiu e precisou se expandir por todo o Brasil. Há muitas formas de como fazer cocada e o Guia da Cozinha compilou algumas receitas para você se deliciar e se divertir testando todos os jeitos. Entrevistamos quem entende do assunto para você conhecer novas histórias e sabores, confira:

Cocada da Amélia

Guia da Cozinha - Cocadas que têm afeto: histórias e receitas caseiras para conhecer
Guia da Cozinha - Cocadas que têm afeto: histórias e receitas caseiras para conhecer
Foto: Guia da Cozinha

Por ser um doce tão antigo, o jeito de fazer cocada foi se popularizando e tomando novas formas, formatos, sabores, ingredientes. Vamos agora viajar para Vitória da Conquista, na Bahia, com a receita de Amélia Marinho, 59, mãe de Gabriel Freitas. Amélia faz cocada há mais de 20 anos, daquelas que promete deixar seu dia mais feliz, e nos permitiu compartilhar um pedacinho de Vitória da Conquista com essa receita tradicional.

Ingredientes

  • 1 kg de açúcar
  • 500g de coco fresco  (pode ser aquele congelado)
  • 300 ml de leite
  • 1 lata de leite condensado

Modo de preparo

Junta todos os ingredientes em uma panela grande. Deixe ferver até ficar no ponto de brigadeiro, soltando do fundo. Unte uma forma de bolo ou uma superfície lisa com manteiga (como a bancada da pia). Espere ficar morno para cortar.

Dicas: Não pode cortar fria, senão ela não desgruda. Muito cuidado ao despejar, porque a calda de açúcar estará fervendo. O leite condensado é opcional.

Cocadas de Dona Neusa e de Dona Maria

Como prova de que, hoje em dia, encontramos a cocada em qualquer canto do Brasil, é em Ouro Verde, interior de São Paulo, que as duas avós de Tamires Procópio guardam suas receitas que precisam ser compartilhadas com todo mundo. Dona Neusa Francisca, comemorou seus 76 anos no dia 17 de setembro e o Guia da Cozinha a parabeniza, contando sua receita de cocada que, segundo ela mesma, é assim:

"Tem muito tempo que eu sei fazer, fia, tem muito tempo… A cocada é feita assim: depende o tanto de coco que vai pôr, se pesa 1kg de massa de coco, bom, do jeito que eu faço, coloca 1kg de açúcar. Se quer o açúcar queimado, primeiro queima o açúcar, depois joga a massa de coco dentro e deixa o açúcar secar, o açúcar fica bem sequinho. Quando põe um pouco no prato e vê que ela seca e que tá dura, aí já tá no ponto certo e pode tirar e põe na mesa, ou passa pano molhado ou passa manteiga pra ela não ficar grudenta e faz o corte. Se quiser fazer ela com sabor de alguma coisa, maracujá… ou de limão, ou qualquer coisa, é só colocar um saquinho de suco, pra ficar com o gosto que a pessoa quiser. É assim que eu faço, fia", comenta Dona Neusa.

A outra avó de Tamires, Maria Aparecida Cacique, também mora em Ouro Verde e tem 71 anos. Quando perguntamos há quanto tempo ela faz cacada, ela diz: "Sei lá, fia…". Receitas de respeito são essas que há afeto e que não se perdem no tempo, precisam ser eternizadas. Tamires conta sobre a receita de vó Maria: 

"A receita da vó Maria é parecida com a da vó Neusa. A gente pega o coco do pé mesmo e rala tudinho, coloca pra cozinhar todo o coco numa panela com leite condensado e leite normal e aí depende se vai querer cocada branca ou cocada escura. Se for a branca, já coloca o açúcar, mexendo ali até ficar mais grosso. Se for querer a escura, primeiro ela queima o açúcar e depois mistura tudo. Aí coloca em cima de uma mesona pra dar formato à cocada. Depois espera esfriar e aí a gente bagaça", reforça a neta.

Cocadas de Dona Tereza

Coincidentemente, na conversa com Tereza Bosso, avó de Ana Júlia, ela diz o seguinte:  "Oi, por falta de uma (receita), vai duas, tá? Beijos fiz cocada ontem". Tereza, 70, mora em Adamantina, interior paulista. Faz cocada "desde sempre, para os filhos e para os netos", diz. Ela nos presenteou com suas duas receitas:

Cocada - receita 1

Guia da Cozinha - Cocadas que têm afeto: histórias e receitas caseiras para conhecer
Guia da Cozinha - Cocadas que têm afeto: histórias e receitas caseiras para conhecer
Foto: Guia da Cozinha

Ingredientes

  • 1 xícara de água
  • 1 xícara de açúcar
  • 300g de coco ralado

Modo de preparo

Em uma panela, coloque o açúcar e a água, quando estiver em ponto de fio, jogue o coco ralado e mexa bem até desgrudar da panela e jogue na bancada.

Cocada - receita 2

Ingredientes

  • 4 xícaras de açúcar
  • 4 xícaras de coco
  • 1 colher de manteiga
  • 4 xícaras de água

Modo de preparo

Pegue todos os ingredientes, leve tudo ao fogo, mexer até desgrudar da panela.

E aí? Já escolheu seu jeito preferido de fazer cocada? E qual tipo de cocada você gosta mais de comer? Compartilhe com as amizades e com a família e testem logo essas receitas incríveis!

Veja também:

O chef premiado que valoriza peixes considerados menos nobres
Guia da Cozinha
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade