4 eventos ao vivo

Cinco soluções eficazes acabam com o bigode chinês; conheça

2 mai 2013
07h18
  • separator
  • 0
  • comentários

Vilão da beleza feminina, o bigode chinês é um dos sinais de envelhecimento mais comuns após os 30 anos. No rosto, essas marcas aparecem devido à perda natural de gordura da região, que se estende do nariz até os cantos da boca. Para a alegria das vaidosas, existem cinco maneiras de dar um fim a esse problema, que vão do simples uso de cremes anti-idade até a realização de preenchimentos.

Contudo, antes de iniciar qualquer um dos tratamentos é preciso passar por uma avaliação médica para verificar se o seu tipo de pele se adapta à solução. Confira, a seguir, cinco técnicas eficazes para dar adeus ao bigode chinês. 

Peelings
As marquinhas iniciais, que ainda são finas, podem ter seu aspecto melhorado por meio de peelings seriados que levam o uso de ácidos, como o retinóico e o tricloroacético. Entretanto, podem-se obter resultados mais intensos com a aplicação do peeling de fenol, que promove uma descamação profunda e estimula o aparecimento de novas células. Em clínicas de estética de todo o Brasil, as sessões custam entre R$ 500 e R$ 2 mil, de acordo com a substância usada. 

Radiofrequência
Recomenda-se a radiofrequência para quem sofre da flacidez na região do rosto. “A técnica faz com que as fibras elásticas da pele sofram contração e a cútis, consequentemente, fique com a aparência dos sulcos melhor”, explica Érica Monteiro, graduada em Medicina pela Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). O valor cobrado pelo método pode chegar a R$ 2 mil. 

Preenchimentos
Tanto para linhas superficiais quanto para os vincos profundos, indica-se o preenchimento com ácido hialurônico, com efeitos que podem durar de nove a 18 meses. “Um produto em gel com ácido hialurônico é colocado sob a ruga, por meio de uma agulha, fazendo com que a região afundada se eleve e corrija a expressão facial”, detalha a especialista. Quem recorrer ao procedimento precisará desembolsar, em média, R$ 1 mil.

Toxina botulínica
A famosa toxina botulínica é usada para preencher o espaço entre a pele e a gordura, diminuindo a aparência dos sulcos faciais. Ela relaxa a musculatura por meio da inibição do estímulo nas células responsáveis pelo comando da contração muscular. Temporário, o efeito dura entre quatro e seis meses. Pelo procedimento, cobra-se até R$ 2 mil.
 
Cremes anti-idade

Apesar de não agirem com tanta intensidade quanto os ácidos e as toxinas, os cremes anti-idade são fortes aliados da prevenção do bigode chinês. Custando entre R$ 60 e R$ 150, esses cosméticos estimulam a produção de colágeno, devido à ação de seus potentes componentes, o que evita o problema. 

Fonte: Agência Hélice Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade