5 eventos ao vivo

Startup de saúde Sanar recebe R$ 60 mi em rodada de aporte financeiro

Presente em sete países, a plataforma de educação médica recebeu recursos dos fundos DNA e Valor Capital

15 abr 2020
05h10
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A statup Sanar, dona de uma plataforma online de educação médica, recebeu nesta semana um aporte de R$ 60 milhões, em uma rodada Série B de investimento. Os fundos de investimento DNA Capital e Valor Capital lideraram a rodada, que também contou com a continuação dos investimentos de Vox Capital e e.Bricks Ventures.

Com usuários em mais de 5 mil cidades, espalhadas por sete países, a Sanar investe em planos para auxiliar profissionais da área médica desde o começo de sua formação. Além da colocação no mercado, o aporte de R$ 60 milhões tem grande importância para a empresa por conta do aumento de demanda de atividade online, devido à pandemia de coronavírus.

Segundo Ubiraci Mercês, presidente executivo da plataforma, áreas da saúde e educação estão sendo instigadas a acelerar o seu processo de digitalização e, apesar do momento delicado, a empresa tem apresentado números de crescimento por estar presente 100% online.

"Essa situação está acelerando processos que levariam anos para acontecer. O ministério da educação liberou a aula online dentro da faculdade de medicina, coisa que levaria uns 10 anos. Tudo isso catalisa a atividade da Sanar, que se posiciona muito bem nesse cenário", afirma o presidente.

Segundo ele, porém, os recursos recebidos nesta rodada não serão investidos imediatamente. Mercês aponta o momento como sendo de análise para a empresa, para saber como e quando agir da melhor forma em novos projetos. Hoje, a Sanar tem três principais produtos: o SanarFlix, voltado para estudantes de medicina, o Residência Médica Sanar, para residentes e o Yellowbook, que orienta médicos formados.

"No curto prazo, tivemos crescimento de número de usuários em alguns segmentos e alguns não tiveram o mesmo sucesso. Isso nos fez olhar com carinho para essa situação para entender a nossa velocidade de crescimento em produtos novos. Estamos em uma fase de ganhar informação".

Ainda assim, com o aporte, a ideia da Sanar é olhar para a área de tecnologia tanto nas plataformas de aula quanto na entrega do produto digital. A empresa espera, também, até o final do ano, aumentar o quadro de funcionários em cerca de 60%, principalmente nas áreas de produtos e engenharia. Hoje, a startup tem cerca de 200 funcionários.

"A tecnologia está nos ajudando na captura de conhecimentos médicos, com ajuda de profissionais, que acelera muito a nossa produção de conteúdo, e no entendimento do comportamento médico. Isso nos ajuda a criar ferramentas que potencializam o dia a dia do profissional médico", diz Mercês.

*É estagiária, sob supervisão do editor Bruno Capelas

Veja também:

Apple Event: 3 detalhes que merecem destaque
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade