0

Startup dá formação em tecnologia para jovens no Rio

Iniciativa atua na formação em tecnologia de jovens entre 15 e 29 anos para que sejam inseridos no mercado de trabalho

25 abr 2019
17h20
atualizado às 19h50
  • separator
  • 0
  • comentários

Faz dois anos que o programa de educação digital 'Vai Na Web' começou a mudar a vida de dezenas de jovens moradores de comunidades pobres do Rio. A iniciativa surgiu a partir da percepção de que as queixas de empresas sobre a falta de mão de obra no setor se confrontavam com as reclamações de muitos desses adolescentes de que não conseguiam emprego. Isso ganhou dimensão recentemente, quando a empresa americana Cisco Systems divulgou pesquisa na qual apresentou um dado inusitado: que a área de tecnologia teria 450 mil vagas não preenchidas no Brasil em 2019.

'Vai Na Web' consiste na formação em tecnologia para os jovens
'Vai Na Web' consiste na formação em tecnologia para os jovens
Foto: Silvio Barsetti / Especial para o Terra

Cofundadora da 1sti, empresa que trabalha com arquitetura digital e faz sistemas e aplicativos, entre outros serviços, Aline Fróes, nascida em Sao Gonçalo, periferia do Rio, aproveitou sua expertise no assunto e entrou em contato com lideranças comunitárias, em 2017, para criar algo de impacto social relacionado ao tema. Juntos, lançaram a 'Vai Na Web'.

O programa consiste na formação em tecnologia para os jovens - mais recentemente houve uma abrangência para a inserção de outras faixas etárias. Duzentos rapazes e moças, entre 15 e 29 anos, já completaram o curso. Atualmente, 60 outros alunos estão no estudo. Por enquanto, o Morro dos Prazeres, no bairro de Santa Teresa, e o Complexo do Alemão, na zona norte carioca, são os parceiros e protagonistas do 'Vai Na Web'.

"Já temos vários exemplos de jovens que estão bem encaminhados no mercado de trabalho e que se habilitaram após a finalização do curso. Nossas aulas também contemplam ações de resiliência, autoconhecimento, comportamento. Não há o ensinamento somente de códigos. Ter disciplina, por exemplo, é algo priorizado no programa", disse Aline, formada em Administração e conselheira da Fundação Getúlio Vargas.

Ela foi palestrante numa mesa de debates, sobre 'Startups de Impacto Social Que Empoderam Pessoas' nesta quinta, na Rio2C (Rio Creative Conference), na capital da cidade. No início de abril, a 'Vai Na Web' fechou parceria com a Universidade de Stanford, na Califórnia, para a captação de jovens voluntários que vão participar de projetos sociais espalhados pelo mundo.

Veja também:

 

Fonte: Silvio Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade