PUBLICIDADE

Marketing digital: veja como usar estratégias de Bolsonaro

Em uma campanha eleitoral que foi essencialmente online, veja como empreendedores podem aprender (muito) com ela.

5 nov 2018 08h28
| atualizado às 08h32
ver comentários
Publicidade

Após uma campanha eleitoral conturbada, repleta de paixões e extremismos, o Brasil conheceu o próximo presidente da república: Jair Bolsonaro ocupará o cargo a partir de 1º de janeiro. Eleições e questões políticas são coisas muito complexas de se analisar, mas é possível depreender três importantes atitudes da campanha do candidato vitorioso para aplicar aos negócios.

Se pensarmos friamente, veremos que a campanha do Bolsonaro utilizou algumas táticas de marketing com mais eficiência. E essa análise pode ser muito útil para empresários e profissionais de marketing.

Até mesmo quem desaprova a eleição do novo presidente pode justamente entender essas técnicas para as futuras estratégias, que também vão ajudar qualquer pessoa a vender mais ou conseguir promover melhor o seu negócio na internet.

Foto: Senado Federal / VisualHunt.com / CCBY

SABER CONTAR HISTÓRIAS
O primeiro ponto analisado é o chamado “storytelling”, ou seja, a arte de contar histórias para criar uma conexão com o público. Bolsonaro soube contar a história típica do seu eleitor e do cidadão, representando alguns medos e desejos, de forma a gerar identificação das pessoas que o consideravam como candidato ideal.

A técnica de storytelling não precisa ser usada apenas para falar de si mesmo, mas também da audiência, e os outros candidatos geralmente não sabem utilizar histórias tão bem a seu favor. Esses candidatos falam muito de números e dados, o que não conecta tanto com as pessoas.

Os dados são importantes para mostrar a credibilidade em uma ação, mas a maior parte do público se conecta mesmo com a história das pessoas. Quando você ouve uma história, é natural buscar elementos dela para se identificar. É assim que nasce a afinidade, que leva a pessoa a uma decisão de compra. Quem quer ser relevante na internet, que está repleta de histórias de pessoas próximas, precisa aprender a utilizar essa técnica com maestria.

CONECTAR-SE COM O DESEJO DO SEU PÚBLICO
Em marketing, uma das questões mais importantes para atingir o público-alvo é compreender seus medos, desejos e frustrações. Depois que você entende isso, você deve se esforçar em vender, focado apenas no seu público.

Desta forma, quando o candidato defende propostas relacionadas à família e à educação, consideradas “conservadoras”, Bolsonaro entende do seu público-alvo. Ele não tenta amenizar suas propostas, porque sabe que fala para um público que quer ouvir nessa linguagem. Sim, existem pessoas que discordam dele, mas não é para elas que ele estava falando.

A criação de um inimigo público comum é uma estratégia que também funciona. No caso de muitos políticos, aliás, usaram e sempre usam os seus inimigos em comum, é como diz aquela frase: “inimigo de inimigo meu se torna meu amigo”. E Bolsonaro também conseguiu se posicionar muito bem os inimigos em comum de uma parcela grande da população.

Aplicando em outros mercados, por exemplo, se você vende produtos fitness, pode combater a obesidade como inimigo público, uma indústria de alimentos, e se o seu serviço ajuda a melhorar os negócios do cliente, o inimigo público pode ser a crise.

CHEGAR PRIMEIRO
É importante chegar primeiro em uma rede social. A campanha de Bolsonaro atuou a todo vapor nas redes sociais, com alto número de seguidores no Facebook e no Instagram. Muitos partidos apostaram nas estratégias que funcionaram em outras campanhas sem considerar que as pessoas mudaram a forma como consomem informação. A atenção das pessoas está focada naquilo que elas recebem no celular.

O que você pode aprender sobre isso é que quanto mais cedo você chega em uma rede social e consegue dominar suas estratégias, mais resultados você vai ter. Você precisa mapear o comportamento do seu consumidor e entender para onde a atenção dele está direcionada. Se existe uma rede, um canal, uma linguagem que ele está utilizando. O ‘on demand’ e as redes sociais mudaram a forma de consumir.

(*) Samuel Pereira é publicitário, empresário, especialista em tráfego e audiência na internet e criador do Segredos da Audiência Ao Vivo. É autor do livro Atenção: o maior ativo do mundo – o caminho mais efetivo para ser conhecido, gerar valor para seu público e ganhar dinheiro e co-autor de Negócios Digitais.

Digital
Publicidade
Publicidade