Será que 'geração do filho único' na China quer mais bebês?

18h37 (atualizado às 18h37)

A política do filho único na China, que foi implantada nos anos 1980 para conter a alta populacional, vem sendo flexibilizada nos últimos anos. Membros de minorias étnicas e agricultores, por exemplo, já podem formar famílias maiores, com até dois filhos. Mesmo assim, muitos jovens dessa "geração de filhos únicos" preferem não ter mais descendentes. A área conhecida como "cinturão da ferrugem", no nordeste chinês, pode ser a primeira a acabar a proibição. Em busca de melhores empregos, os jovens da região têm migrado para outras cidades e, entre os que ficam, muitos preferem ter, no máximo, dois filhos. Com isso, a população local está envelhecendo. Será que o relaxamento nas restrições pode reverter esse processo?

BBC News Brasil BBC News Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização escrita da BBC News Brasil.
Publicidade

Vídeos relacionados

Recomendado para você

Publicidade