PUBLICIDADE

Ucrânia pede que aliados atuem para evitar eventual nova ofensiva militar da Rússia

21 abr 2021
0comentários
Publicidade

A Ucrânia pediu nesta quarta-feira aos aliados ocidentais que fiquem preparados para punir Moscou com novas sanções, incluindo expulsar a Rússia do sistema global de pagamentos Swift, de forma a impedir o Kremlin de recorrer a mais força militar contra o país.

Ministro das  Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba. 21/4/2021.  REUTERS/Valentyn Ogirenko
Ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba. 21/4/2021. REUTERS/Valentyn Ogirenko
Foto: Reuters

Em entrevista à Reuters, o ministro das Relações Exteriores, Dmytro Kuleba, disse que embora Kiev não tenha nenhuma informação nova indicando que a Rússia tenha decidido iniciar uma nova ação militar contra a Ucrânia, é importante que o Ocidente aja agora para evitar que isso ocorra.

A Ucrânia tenta obter apoio internacional em seu impasse com Moscou devido ao aumento de tropas russas na fronteira leste e na Crimeia.

"Não tenho informações para afirmar que a decisão de lançar uma operação militar contra a Ucrânia já tenha sido tomada. Portanto, pode seguir qualquer direção agora", disse Kuleba.

"E é por isso que a reação consolidada do Ocidente é tão importante agora, para evitar que Putin ... tome essa decisão."

Kiev e Moscou trocaram acusações pelo fracasso no cessar-fogo na região oriental de Donbass, onde tropas ucranianas lutaram contra forças apoiadas pela Rússia em um conflito que Kiev diz ter matado 14 mil pessoas desde 2014.

Kuleba disse que pediu a Washington que forneça "meios poderosos de guerra eletrônica" para conter a capacidade da Rússia de interferir nas comunicações ucranianas quando se encontrou com o secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, na semana passada.

Ele também revelou que pediu uma reunião de ministros das Relações Exteriores da União Europeia na segunda-feira para considerar "banir a Rússia do Swift" como parte de um pacote de novas sanções econômicas em caso de agravamento da situação.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade