0

Documentário: nazistas estavam desenvolvendo bomba atômica

Testes com o dispositivo teriam sido realizados em prisioneiros de guerra russos

31 jul 2015
12h15
atualizado às 12h16
  • separator
  • 0
  • comentários

Os nazistas estiveam muito perto de criar uma bomba atômica e uma espécie de 'disco voador' para lançá-la nos dias finais da guerra. O dispositivo teria até mesmo sido testado em prisioneiros de guerra russos, segundo informações de um novo documentário alemão feito para a TV.  

Documentário exibido na TV alemã aponta que os nazistas estavam muito perto de desenvolver uma bomba atômica no último ano da Segunda Guerra
Documentário exibido na TV alemã aponta que os nazistas estavam muito perto de desenvolver uma bomba atômica no último ano da Segunda Guerra
Foto: AP

"The Search for Hitler's Atom Bomb", "A Busca pela Bomba Atômica de Hitler", em tradução livre, foi ao ar nesta semana, citando registros da Rússia e dos Estados Unidos que provariam que o Terceiro Reich fomulava uma arma de destruição em massa. O documentário cita ainda relatórios de interrogatórios feitos com cientistas nazistas, testemunhas oculares, além de registros deixados pelos pesquisadores, muitos dos quais partiram para os Estados Unidos depois da guerra.

Siga o Terra Notícias no Twitter

O historiador Matthia Uhl explicou que a corrida para desenvolver uma bomba atômica ganhou fôlego no último ano da guerra. O documentário é focado em Hans Kammler, um general da SS, responsável por 175 mil prisioneiros de campos de concentração que trabalhavam na indústria de armas, nas linhas de produção de tanques e na contrução de bunkers secretos para a elite nazista. Kammler era um dos poucos que respondia apenas a Hitler e foi posto no comando da corrida para a fissão nuclear.

Um dos projetos em que ele trabalhou foi realizado em Jonas Valley, no estado da Turíngia, Alemanha Oriental, local supostamente dedicado ao desenvolvimento dos programas nucleares e espaciais dos nazistas. Enquanto teóricos da conspiração acreditam que os Estados Unidos encontraram a bomba nuclear e o suposto disco voador dentro de um túnel em Turíngia, relatórios oficiais preparados por agentes militares da Rússia garantem que foram realizados dois testes nucleares na região.

Um deles diz: "Os alemães estão em vias de fazer e testar uma nova arma secreta, que tem uma grande força destrutiva. A bomba disponível tem um diâmetro de 1,5 metros". 

É possível ler em outro relatório russo: "Foi comunicado pela nossa fonte confiável da Alemanha: os alemães realizaram duas grandes explosões na Turíngia".

Relatórios da inteligência americana mostraram que o comandante supremo dos Estados Unidos na Europa, Dwight Eisenhower, ordenou voos de reconhecimento sobre o Vale. Entretanto, eles não foram conclusivos.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade