1 evento ao vivo

Suspeito de enviar cartas envenenadas nos EUA fazia cover de Elvis

Pai do acusado afirmou que "detesta Obama", mas não vê motivos para o ataque

18 abr 2013
11h29
atualizado às 11h41
  • separator
  • 0
  • comentários

O homem preso na quarta-feira acusado de ter enviado ao presidente Barack Obama e a um senador cartas contaminadas é um imitador profissional que cuida bem de seus quatro filhos, afirmou o pai do suspeito ao Daily News. Paul Kevin Curtis, 45 anos, costumava fazer cover de Elvis Presley e outras estrelas da música em navios de cruzeiro. As cartas que teriam sido enviadas por ele continham rícino, um composto presente na semente da mamona que é considerado altamente venenoso.

Kevin Curtis é acusado de enviar carta contaminada com rícino a Obama. Ele faz cover de Elvis Presley, Hank Williams, Jr. e outros cantores. Na imagem, imitação da expressão de Elvis
Kevin Curtis é acusado de enviar carta contaminada com rícino a Obama. Ele faz cover de Elvis Presley, Hank Williams, Jr. e outros cantores. Na imagem, imitação da expressão de Elvis
Foto: Daily News / Reprodução

"Você não pode imaginar o quão chocante isso é para nós", afirmou Jack Curtis Sr. após saber sobre a prisão de seu filho no Estado americano do Mississipi. "Nunca acreditei que ele faria isso. Como ele poderia ao menos conseguir um pouco de rícino?", indagou o pai.

Ele acredita que o suspeito de enviar as cartas envenenadas foi detido enquanto estava a caminho de pegar seus filhos e os levar à igreja na cidade de Corinth, em Mississippi. O pai afirmou que detesta Obama, mas não consegue imaginar por que Kevin Curtis faria isso.

"Eu literalmente detesto Obama. Eu odeio que ele tenha sido eleito, para começar, e certamente não acredito que ele venceu Romney. Mas não consigo pensar em qualquer razão para Kevin fazer algo assim", afirmou o pai do suspeito. "Eu nunca falei com ele sobre Obama e Wicker (o senador republicano Roger Wicker, a quem estava endereçada a outra carta contaminada), não sei. Sei muito pouco sobre ele", acrescentou.

O pai afirmou que Kevin Curtis chegou a administrar um negócio de limpeza de escritórios em Tupelo, uma pequena cidade de 35 mil habitantes no Mississipi onde ele morava e também cidade natal de Elvis Presley, mas deixou o emprego há anos para se focar na personificação do cantor.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade