0

Soldados israeleses ficam feridos após explosões na fronteira com o Líbano

7 ago 2013
08h55
atualizado às 09h05

Quatro soldados israelenses ficaram feridos com a explosão de várias minas após adentrarem alguns metros em território libanês, informou nesta quarta-feira a Agência de Notícias Nacional libanesa (ANN).

O fato foi confirmado pelo Exército do Líbano, que explicou em comunicado que os militares eram membros de uma patrulha israelense, que entrou 400 metros no interior do país árabe.

"Uma patrulha de Infantaria do inimigo israelense penetrou às 0h24 de hoje (18h24, horário de Brasília) 400 metros no interior do Líbano, na região de Labune, onde aconteceu uma explosão que feriu os soldados", precisa a nota.

As Forças Armadas libanesas afirmaram que os uniformizados israelenses violaram a "linha azul", traçada pela ONU após a retirada de Israel em 2000, após 22 anos de ocupação de uma parte do sul do Líbano.

As autoridades libanesas abriram uma investigação em coordenação com a Força Interina da ONU no sul do Líbano (Finul).

Em Jerusalém, fontes oficiais do Exército israelense asseguraram à Agência Efe que os quatro soldados ficaram feridos quando patrulhavam a fronteira.

"Ontem à noite houve uma atividade noturna adjacente à fronteira do norte, quando foi registrada uma explosão na qual quatro soldados ficaram feridos", explicou um porta-voz militar.

Três dos soldados foram operados e um deles se encontra na UTI, afirma o jornal digital israelense "Ynet".

O porta-voz do Exército israelense não precisou se a explosão ocorreu por conta da ativação de uma bomba que já se encontrava no local ou se foi por conta de um ataque, se limitando a dizer que que "foi aberta uma investigação" para esclarecer as circunstâncias do fato.

EFE   
publicidade