PUBLICIDADE

Marina diz que definirá posição sobre 2º turno nesta quinta

7 out 2014 16h17
| atualizado às 18h40
ver comentários
Publicidade

Derrotada na disputa presidencial, Marina Silva (PSB) informou, por meio de nota, que sua posição no segundo turno do pleito será definida até a próxima quinta-feira.

Em pronunciamento após o resultado das urnas no domingo, Marina sinalizou que apoiará Aécio Neves (PSDB), que disputa com a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT). Dilma obteve 41,59% dos votos, ficando à frente de Aécio, que terminou o primeiro turno com 33,55%. Marina Silva deixou a corrida presidencial em terceiro lugar, com 21,32% dos votos.

As reuniões separadas de cada partido que compõe a coligação Unidos pelo Brasil (PSB, PPS, PPL, PRP e PHS) serão realizadas e até amanhã e, na quinta, haverá um encontro a fim de “construir um posicionamento comum” para o segundo turno.

“Na quinta-feira, dia 9, Marina Silva e as demais lideranças dos partidos aliados participarão de encontro para construir um posicionamento comum da coligação sobre a continuidade da disputa pela Presidência da República”, diz a nota.

Em mais um aceno a Aécio, a nota retoma o teor do discurso de Marina no domingo ao dizer que “os resultados das eleições refletiram uma posição de insatisfação com as condições existentes no Brasil, expressando sentimentos de mudança”. Após a derrota, Marina disse que “o Brasil sinalizou claramente que não concorda com o que está aí”, indicando que não apoiará a reeleição de Dilma.

Ao final, a nota diz que “as opiniões individuais de cada partido, dirigentes e lideranças políticas das agremiações devem ser respeitadas, mas não refletem em nenhuma hipótese a opinião da ex-candidata”.

Confira a íntegra da nota:

NOTA DE ESCLARECIMENTO DA EX-CANDIDATA MARINA SILVA EM RELAÇÃO AO SEGUNDO TURNO DA ELEIÇÃO PRESIDENCIAL

A ex-candidata à Presidência da República pela Coligação Unidos pelo Brasil, Marina Silva, vem a público reafirmar o processo definido pelos partidos que integram a aliança para contribuir para o debate do segundo turno da disputa presidencial:

1. Os resultados das eleições refletiram uma posição de insatisfação com as condições existentes no Brasil expressando sentimentos de mudanças.

2. Os partidos da Coligação promoverão até amanhã, dia 8 de outubro, reuniões de suas instâncias deliberativas para definirem os pontos que consideram relevantes para a formulação de posicionamento conjunto das legendas aliadas.

3. Na quinta-feira, dia 9, Marina Silva e as demais lideranças dos partidos aliados participarão de encontro para construir um posicionamento comum da Coligação sobre a continuidade da disputa pela Presidência da República. 

4. Marina Silva também contribuirá para a construção de uma posição da Rede Sustentabilidade nesse processo de unidade da Coligação.

5. As opiniões individuais de cada partido, dirigentes e lideranças políticas das agremiações neste momento de construção devem ser respeitadas, mas não refletem em nenhuma hipótese a opinião da ex-candidata. 

São Paulo, 7 de outubro de 2014

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA COLIGAÇÃO UNIDOS PELO BRASIL 

Veja o cenário eleitoral nos estados Veja o cenário eleitoral nos estados

 

 

 

 

 

Fonte: Terra
Publicidade
Publicidade