3 eventos ao vivo

Veja o desempenho de Dilma, Aécio e Marina em cada Estado

6 out 2014
15h07
atualizado às 15h16
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com a apuração dos votos da eleição para presidente concluída, o Tribunal Superior Eleitoral divulgou o porcentual de cada um dos três principais candidatos ao cargo em uma divisão por Estado.

Lutando pela reeleição, Dilma Rousseff (PT) apresentou um domínio absoluto na maioria dos Estados da região Nordeste, exceto Pernambuco, onde teve a preferência de 44% dos eleitores. No Alagoas, a petista foi a escolhida de 49% da população, enquanto nos demais Estados - Piauí (70%), Maranhão (69%), Ceará (68%), Bahia (61%), Rio Grande do Norte (60%), Paraíba (55%) e Sergipe (54%) - ela seria eleita no primeiro turno.

info votos dilma
info votos dilma
Foto: Edison Silva / Arte Terra

Com 33% dos votos totais, Aécio Neves (PSBD) dominou na região centro-oeste, sendo o mais votado no Mato Grosso (44%), Goiás (41%), Mato Grosso do Sul (41%) e no Distrito Federal (36%). Foi no sul do País, no entanto, onde o tucano obteve seus dois maiores porcentuais. Em Santa Catarina, ele foi o escolhido de 52% dos eleitores, enquanto no Paraná 49% votaram a seu favor. Estado mais populoso do Brasil, São Paulo também teve maioria favorável a Aécio: 44%.

info votos aécio
info votos aécio
Foto: Edison Silva / Arte Terra

Terceira colocada pela segunda vez na sua carreira política nas eleições para presidente, Marina Silva (PSB) foi a favorita da população pernambucana (48%), Estado de origem de Eduardo Campos, que era o candidato do partido até morrer em um acidente de avião em agosto. Ela também foi a mais votada no Acre, recebendo 41% dos votos do seus conterrâneos. No resto do País, ela chegou perto da preferência do eleitor carioca (31% contra 35% de Dilma) e do Distrito Federal (35%).

info votos marina
info votos marina
Foto: Edison Silva / Arte Terra

Veja o cenário eleitoral nos estados Veja o cenário eleitoral nos estados

Veja também:

Terremoto causa 'mini-tsunami' e destrói casas na Grécia e na Turquia
Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade