PUBLICIDADE

Em meio à novas polêmicas, Bolsonaro defende spray nasal

Publicação ocorre após ser divulgado vídeo em que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello se reúne com intermediadores para compra de vacina

16 jul 2021 15h16
| atualizado às 15h35
ver comentários
Publicidade
Jair Bolsonaro
Jair Bolsonaro
Foto: Adriano Machado / Reuters

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez publicação no Facebook na qual afirma que o spray nasal contra a covid-19 começou a ser produzido em Israel. O chefe do Executivo exibiu colagem de duas reportagens: uma diz que o governo foi ironizado por apostar fichas no medicamento e outra anuncia que o produto começou a ser comercializado em Israel.

A publicação ocorre após ser divulgado um vídeo em que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello se reúne com intermediadores para compra de doses da vacina CoronaVac.

Em depoimento à CPI da Covid, o militar havia afirmado que, por questões éticas, não participou de negociações com empresas produtoras de imunizantes. O registro do encontro, no entanto, desmente o relato.

Bolsonaro segue internado sem previsão de alta no hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde se recupera de obstrução intestinal sob os cuidados de seu médico particular, Antônio Luiz Macedo, que o operou seguidas vezes após a facada em setembro de 2018.

De acordo com boletim da Secretaria Especial de Comunicação do Planalto (Secom), o presidente tem apresentado melhora e já retirou a sonda nasogástrica.

Estadão
Publicidade
Publicidade