0

Polícia: jovem foi coagido a assumir culpa por tiro em turista alemão

3 jun 2013
13h38
atualizado às 13h38
  • separator
  • comentários

A Polícia Civil do Rio de Janeiro afirmou nesta segunda-feira que um adolescente de 16 anos foi coagido a assumir a culpa por um tiro que atingiu um turista alemão na última sexta-feira, na favela da Rocinha. Segundo a chefe da Polícia Civil do Estado, delegada Martha Rocha, o jovem foi forçado a dizer que era o autor do crime porque não iria para a prisão.

"O delegado ouviu o jovem, as vitimas e chegou à conclusão que o menor tinha sido coagido a assumir o crime porque não seria imputado pela lei", disse a delegada. O adolescente foi incluído no programa de proteção a testemunhas.

O turista alemão Frank Daniel Baijaim, 25 anos, levou um tiro no abdômen na última sexta-feira, durante uma visita à Rocinha. Na madrugada de domingo, um adolescente se apresentou à polícia dizendo que era o autor do disparo, mas voltou atrás no mesmo dia e negou ter atirado em Baijaim.

O delegado Alexandre Braga, da Delegacia de Atendimento ao Turista, é responsável pelo caso. O turista alemão segue internado no Hospital Miguel Couto, na Gávea, em estado grave.

Passeio trágico
Em nota divulgada na sexta-feira, a assessoria das unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) informou que Daniel Baijaim e um amigo, também alemão, desciam uma escadaria na comunidade quando se depararam com uma pessoa armada. Os dois fugiram e o desconhecido atirou, ferindo Baijaim na barriga.

O turista foi encontrado por um morador em um beco, na localidade conhecida como Roupa Suja, e levado para os policiais da UPP, que o encaminharam ao hospital. A UPP da Rocinha foi instalada há oito meses e conta com um efetivo de cerca de 310 policiais.

De acordo com informação dada neste sábado pela assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, o estado de Baijaim é estável, mas ainda considerado grave. A bala atingiu o fígado da vítima.

Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade