Financiamento ajuda na compra de caminhões

26 out 2015
16h26
  • separator
  • 0
  • comentários

Pagar uma pequena parcela todo mês, como forma de planejar a aquisição de um novo bem, está entre as diversas vantagens de se aderir a um consórcio. Esta alternativa financeira tem sido cada vez mais representativa aos consumidores que desejam estruturar suas finanças. Entre eles, empresários e autônomos que necessitam renovar caminhões e ônibus, ou ampliar suas frotas, agora ou no futuro.

Angel Martinez, diretor Comercial do Banco Mercedes-Benz
Angel Martinez, diretor Comercial do Banco Mercedes-Benz
Foto: Mercedes-Benz / Divulgação

Na contramão da crise, as vendas de novas cotas de consórcio cresceram 6,9%, no acumulado de janeiro a agosto, em relação ao mesmo período do ano anterior, conforme os últimos dados divulgados pela ABAC (Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio). Nos oito primeiros meses de 2015, foram vendidas 1,55 milhão de cotas contra 1,45 milhão no mesmo período do ano passado. Com essa evolução, o número de participantes ativos consolidado em agosto último chegou a 7,15 milhões, 3,5% mais que os 6,91 milhões registrados naquele mês de 2014.

Atenta às necessidades dos seus clientes e à conjuntura de mercado, a Mercedes-Benz intensificará a sua atuação em vendas de consórcio. O objetivo é ampliar o leque de soluções que podem facilitar à aquisição de caminhões, ônibus e vans.

"Com os juros mais altos e maior dificuldade de acesso a crédito, o consórcio também pode ser um alternativa ao financiamento", considera Roberto Leoncini, vice-presidente de vendas, marketing e pós-venda de caminhões e ônibus da Mercedes-Benz do Brasil.

Por isso, com uma solução assinada pela marca, a Mercedes acaba de lançar o seu primeiro plano de consórcio para caminhões extrapesados. O grupo terá 300 participantes e sua primeira assembleia prevista para novembro. Estão disponibilizados créditos de R$ 310 a 506 mil, a prazos de até 96 meses para pagamento. Entre os incentivos aos clientes, o sorteio de três unidades do novo Actros 2651.

 

Fonte: Gilmara Silva dos Santos - ME
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade