PUBLICIDADE

Chuva deixa mortos, desabrigados e interdita estradas no litoral de São Paulo

Ao menos 54 pessoas morreram na região; até o início da noite desta terça-feira, 21

19 fev 2023 - 11h13
(atualizado em 24/2/2023 às 08h35)
Compartilhar
Exibir comentários

Ao menos 54 pessoas morreram em meio as fortes chuvas que atingiram o litoral de São Paulo entre a noite de sábado, 18, e a madrugada de domingo, 19. O temporal inundou casas, interditou rodovias e provocou deslizamentos em Ubatuba, São Sebastião, Ilhabela, Caraguatatuba e Bertioga. A Defesa Civil decretou estado de calamidade pública após mais de 600 milímetros de chuva em 24 horas.

Entre as vítimas identificadas estão: uma criança  morreu ao ser atingida pelo deslizamento de pedras em Ubatuba. Segundo o Corpo de Bombeiros, uma pedra deslizou sobre uma residência na Rua Benedito Alves da Silva, no bairro de Perequê-Açu.  A outra é uma mulher de 40 anos, identificada como Fabiana de Freitas Sá, que teve a casa atingida por uma árvore.

O governador Tarcísio de Freitas (PRB) decretou luto de três dias a começar por essa segunda-feira, 20, pot homenagem às vítimas das chuvas no litoral do estado. O político já tinha acionado calamidade pública por 180 dias em seis municípios do litoral norte de São Paulo.

“Fica declarado luto oficial no Estado, por 3 (três) dias, em manifestação de profundo pesar pelas vítimas das fortes chuvas que atingiram os Municípios de Bertioga, Caraguatatuba, Guarujá, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba nas últimas horas”, afirma o decreto.

Bairro de Itatinga, em São Sebastião, foi um dos mais afetados pelas chuvas
Bairro de Itatinga, em São Sebastião, foi um dos mais afetados pelas chuvas
Foto: Prefeitura de São Sebastião/Divulgação / Estadão

O governador anunciou na manhã de terça-feira, 21, a instalação de um hospital de campanha pela Marinha em São Sebastião, com 300 leitos e 21 profissionais de saúde disponíveis para atender as vítimas das chuvas na região.

"A recomendação para as pessoas, hoje, é quem faz parte dessa população flutuante, quem veio para cá passar o carnaval, que comece a retrair. A gente tem que aproveitar a condição climática, que o tempo está favorável. Não podemos perder essa janela de tempo. Quanto mais gente sair, melhor, porque alivia a pressão", disse.

Em São Sebastião, as chuvas causaram alagamentos na área urbana e em praias afastadas do centro. No Itatinga, casas foram inundadas e carros foram arrastados pela correnteza.

Houve deslizamentos na travessa Antônio Tenório e os moradores foram removidos para um abrigo montado na Escola Municipal Patrícia Viviane. Em Juquehy, as casas foram tomadas pela água com lama. Muitos moradores deixaram os imóveis e se abrigaram em casas de vizinhos.

Josefa Ilma, de 39 anos, e a filha Sophia, de nove meses, foram vítimas de deslizamentos de terra em Barra do Sahy. A informação foi confirmada ao Estadão pela sobrinha de Josefa, Cleiciane.

Segundo a familiar, o casal e a filha moravam em Campo Limpo, na capital paulista, e viajaram para o litoral na quinta-feira, 16, para passar o carnaval acompanhados de um grupo de amigos do trabalho. O casal, segundo Cleiciane, trabalha na mesma empresa: Isaquel como porteiro, e a mulher, na área de limpeza. A volta estava prevista para a segunda-feira, 21.

A família chegou a conseguir um contato inicial com Isaquel para confirmar a informação das mortes, mas depois perdeu o sinal e diz não ter conseguido mais falar com ele. A sobrinha obteve uma foto em que os nomes de Josefa e da filha, Sophia, aparecem escritos numa folha de papel pregada num vidro, com os corpos das vítimas da tragédia ao fundo.

Tarcísio visita áreas afetadas e monta comitê de crise

Desde domingo, 19, o  governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) está no litoral de SP e já visitou as áreas afetadas pelas chuvas em São Sebastião e Ubatuba.  

Segundo o governo paulista, a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil montou um comitê de gerenciamento das ações de atendimento aos desabrigados e desalojados pelas chuvas. Seis equipes da Defesa Civil Estadual já estão em deslocamento para o município de São Sebastião, de acordo com a administração estadual.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a São Paulo por volta das 10h (horário de Brasília) desta segunda-feira, 20, para acompanhar os estragos causados pelas chuvas que atingem no litoral paulista.  

(*Com informações do Estadão Conteúdo)

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade