PUBLICIDADE

BYD King entra em pré-venda e já tem desconto de R$ 6 mil

Sedã híbrido e rival do Corolla será lançado oficialmente nesta semana, mas a marca o revelou de forma oficial no programa Domingão com Huck

16 jun 2024 - 21h39
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
O sedã híbrido BYD King apareceu neste domingo no Brasil, de forma oficial, durante o programa "Domingão com Huck". Ele já tem site para fazer reservas, com desconto, e será lançado neste semana

A BYD escolheu a audiência do programa "Domingão com Huck", da rede Globo de televisão, para revelar ao Brasil seu mais novo modelo: o sedã híbrido "King", que assim que foi mostrado gangou o slogan "O novo rei das ruas" - justamente em referência ao nome.

No mesmo instante, um hotsite dedicado ao modelo foi ao ar e passou a contabilizar reservas. Quem se interessar e preencher o cadastro para ser um dos primeiros donos terá desconto de R$ 6 mil.

Mas qual o preço? A BYD afirmou nas últimas semanas que o modelo chegará para concorrer diretamente contra o Toyota Corolla Hybrid, que hoje começa em R$ 190 mil. Espere, portanto, por valores ligeiramente inferiores, na casa dos R$ 185 mil - possivelmente já com o desconto proveniente da pré-venda.

BYD King foi uma das atrações da marca no estande montado no Salão de Pequim 2024 (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)
BYD King foi uma das atrações da marca no estande montado no Salão de Pequim 2024 (Imagem: Paulo Amaral/Canaltech)
Foto: Canaltech

O King chegará em duas versões: a GL, com bateria de 8,3 kWh - que tem alcance puramente elétrico de 50 km -; e a GS, com bateria maior, de 18,3 kWh, e autonomia 100% elétrica perto dos 100 km. O BYW King GS, inclusive, compartilha conjunto com o Song Plus recentemente renovado.

A marca também confirmou alguns detalhes técnicos, como a potência combinada dos motores - até 235 cv -, que o sedã utilizará a tecnologia DM-i com baterias Blade em um sistema híbrido plug-in - e que isso deverá torná-lo o "híbrido com melhor eficiência do mercado".

Vale lembrar que o fato de ser um PHEV (plug-in, ou seja, recarregável em tomada) o diferencia bastante de seu principal rival, que tem conjunto HEV (híbrido autorecarregável com energias próprias). A diferença será sentida na prática: enquanto o King usará um conjunto com motor 1.5 de máximos 235 cv, o Corolla usa um 1.8 que rende até 122 cv, com bateria de 1,3 kWh.

Apesar dos números definitivos do King ainda serem mantidos sob sigilo, é muito provável que ele possa oferecer números de desempenho e consumo bem melhores que o de seu principal concorrente.

Em termos de tamanho, o King tem 4,78 metros de comprimento, 1,83 m de largura, 1,49 m de altura e 2,71 m de entre-eixos, além de porta-malas com 450 litros de capacidade. O Corolla mede 4,63 m, 1,78 m, 1,45 m e 2,70 m, respectivamente. No entanto, o bagageiro do sedã japonês é maior: são 470 litros.

Sedã é uma atualização do Qin Plus e baseado no Destroyer 05, mas tem nome mais "adequado" para alguns mercados, como o brasileiro
Sedã é uma atualização do Qin Plus e baseado no Destroyer 05, mas tem nome mais "adequado" para alguns mercados, como o brasileiro
Foto: Garagem 360
André Deliberato André Deliberato, jornalista e engenheiro, atua na área automotiva desde 2008, com passagens pela assessoria de imprensa da Volkswagen e pelas redações da revista Car and Driver, do portal UOL, e Webmotors. Já fez mais de 500 testes e cobriu pouco mais de 20 Salões do Automóveis ao redor do mundo.
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade