2 eventos ao vivo

Proposta do Barcelona por Neymar não agradou, diz dirigente santista

17 mai 2013
13h10
atualizado às 17h22
  • separator
  • 0
  • comentários

A proposta apresentada pelo Barcelona para contratar Neymar, do Santos e da Seleção Brasileira, não agradou ao clube paulista, afirmou nesta sexta-feira o vice-presidente e presidente em exercício Odílio Rodrigues a uma rádio espanhola.

<p>Proposta do Barcelona para contratar Neymar ficou abaixo do esperado pelo Santos</p>
Proposta do Barcelona para contratar Neymar ficou abaixo do esperado pelo Santos
Foto: Getty Images

"Não há acordo por Neymar, há conversas. Na semana passada me reuni com Sandro Rosell e com Raúl Sanllehí (diretor de futebol do Barcelona)", explicou o dirigente à rádio A Xarxa.

Vice-presidente do Santos, atualmente respondendo pelo clube devido aos problemas de saúde de Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, Odílio ainda afirmou que não está se reunindo com dirigentes do Barcelona nesta semana. "Se (Sanllehí) está no Brasil é para falar com o pai de Neymar".

O mandatário santista comentou a reunião recente que teve com o presidente do Barcelona. "Tivemos uma conversa muito franca. Estas negociações precisam continuar porque a proposta econômica apresentada não nos agradou", emendou.

Odílio admitiu, no entanto, que não será só o Santos que decidirá qual o próximo clube do jogador. "A equipe que Neymar irá, será a que ele quiser. O importante é a opinião de Neymar. É preciso unir quem pague o maior valor e o que o jogador deseja", explicou.

À emissora de rádio Cadena Ser Catalunya, o presidente em exercício do Santos deixou claro qual a vontade do craque brasileiro: "a preferência de Neymar é o Barça e, por isso, começamos a conversar. O Barcelona nos fez uma proposta e devemos seguir negociando".

<p>Dirigente confirmou que preferência de Neymar é pelo Barcelona</p>
Dirigente confirmou que preferência de Neymar é pelo Barcelona
Foto: Sergio Barzaghi / Gazeta Press

Na quinta, o jornal Mundo Deportivo afirmou que o Barcelona aceitaria apresentar proposta em torno dos 50 milhões de euros (R$ 130 milhões), além do que seria pago ao atleta. O rival Real Madrid, por sua vez, já teria feito oferta de 120 milhões de euros (R$ 312 milhões), com cerca de 80 milhões (R$ 208 milhões) para o Santos.

Odílio admitiu que o Santos não pode competir com as ofertas dos clubes europeus, mas também garantiu que os 65 milhões de euros da cláusula de rescisão contratual "não é um valor de referência". Além disso, o dirigente negou qualquer proposta do Real Madrid pelo craque.

EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade