0

Cinco clássicos inesquecíveis entre Brasil x Argentina

Maiores rivais da América do Sul, brasileiros e argentinos já se enfrentaram quatro vezes em Copas do Mundo

29 jun 2019
08h20
atualizado às 08h23
  • separator
  • 0
  • comentários

1 - A primeira vez 

Em 74, na Alemanha, Brasil e Argentina se encontraram pela primeira vez em uma Copa do Mundo. A vitória foi brasileira: 2 x 1 pela segunda fase da competição. Mas quem se classificou nesse mesmo grupo e garantiu vaga para a final foi a Holanda, de Cruyff.

O jogador argentino de futebol, Diego Maradona (e), disputa bola com o jogador brasileiro Alemão (Ricardo Rogério de Brito), durante partida válida pela segunda rodada da Copa do Mundo de 1990, em Turim, na Itália. A Argentina derrotou o Brasil por 1 a 0.
O jogador argentino de futebol, Diego Maradona (e), disputa bola com o jogador brasileiro Alemão (Ricardo Rogério de Brito), durante partida válida pela segunda rodada da Copa do Mundo de 1990, em Turim, na Itália. A Argentina derrotou o Brasil por 1 a 0.
Foto: MARK LENNIHAN/ ASSOCIATED PRESS / Estadão

2 - A batalha de Rosário 

Argentina e Brasil não saíram do 0 x 0 na Copa de 78. Depois, a Seleção seria eliminada pelo saldo de gols porque os argentinos, que seriam os campeões, fizeram inacreditáveis e suspeitíssimos 6 x 0 no Peru.

3 - Voa, canarinho, voa!

Na primeira Copa disputada por Maradona, quem levou a melhor foi o Brasil de Sócrates, Zico e Falcão, que venceu por 3 x 1, em 82, na Espanha. O tetra parecia uma questão de tempo, mas o sonho virou pesadelo no jogo seguinte contra a Itália de Paolo Rossi.

4 - Maradona e Cannigia  

A Seleção de Lazaroni havia feito uma primeira fase horrorosa na Copa de 90, na Itália. O jogo contra a Argentina marcou a melhor atuação da equipe, só que Diego Armando Maradona fez uma jogada cinematográfica e entregou de bandeja para Caniggia marcar o gol da vitória.

5 - Adriano, o Imperador 

Na final da Copa América de 2004, em Lima, no Peru, a Argentina vencia por 2 x 1 já nos acréscimos e fazia cera para garantir o resultado. Só que Adriano marcou um golaço, levou a decisão para os pênaltis e o Brasil sagrou-se campeão.

Veja também:

 

Paradinha Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade