PUBLICIDADE

Lutas

Patricky Pitbull analisa adversário em evento da PFL: "Treinando para vencer no primeiro round"

Nesta sexta-feira (21), Patricky Pitbull será presença em mais um evento da PFL, onde disputa o torneio da categoria dos leves.

20 jun 2024 - 23h48
(atualizado às 23h48)
Compartilhar
Exibir comentários
Patricky Pitbull em luta da PFL
Patricky Pitbull em luta da PFL
Foto: Divulgação/PFL / Esporte News Mundo

Nesta sexta-feira (21), Patricky Pitbull será presença em mais um evento da PFL, onde disputa o torneio da categoria dos leves. Em Salt Lake City (EUA), pela segunda rodada do GP da categoria, o lutador oriundo do Bellator fará confronto de brasileiros contra Bruno Robusto.

Vindo de derrota na primeira rodada do torneio dos 70kg para Clay Collard, o potiguar terá que buscar a reabilitação no evento deste final de semana. Por conta das regras da organização em seus torneios, uma vitória no primeiro round, seja por nocaute ou finalização pode colocar já o ex-campeão do Bellator nos play-offs, isto mediante também outros resultados favoráveis. E Patricky mira exatamente isto para o confronto desta sexta.

- Estou treinando para vencer no primeiro round. Mas, claro, que o mais importante é sair com a vitória. Estou me sentindo muito bem, nunca fiz um camp como este há mais de dois anos, então estou feliz e confiante de que levarei a vitória. Acredito que meu adversário também vai querer partir para cima no primeiro round para vencer.- disse Pitbull.

- O Bruno é da trocação, é bastante agressivo, mas estou pronto para tudo. Eu tenho experiência e sou muito bom de jiu-jítsu, que é uma das ferramentas que eu posso usar nesta luta. Quero continuar no torneio, então farei de tudo para vencer no primeiro round - completou o brasileiro.

 Para saber tudo sobre o UFC, siga o Esporte News Mundo no TwitterFacebook e Instagram.

Além de Bruno Robusto, Patricky Pitbull também terá pela frente outro adversário: a altitude. Salt Lake City tem 1.300m acima do nível do mar, e para um esporte que exige muito do físico e do fôlego, se preparar de forma adequada foi um dos fatores que a equipe do brasileiro levou em consideração para a preparação para a luta, treinando na sede do card há cerca de um mês.

- Vim antes para Salt Lake City para me adaptar melhor e não sentir os efeitos da altitude na luta. Já estou bem adaptado e não tenho mais preocupação quanto a isso. Os treinos foram ótimos, trouxe meu irmão (Patrício Pitbull) para me ajudar e fizemos até sparring juntos, o que não acontecia há muitos anos. Treinamos inteligente e ele está me ajudando como sempre - comentou Patricky.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade