0
Logo do Seleção Francesa
Foto: terra

Seleção Francesa

Griezmann alerta sobre Cavani e comenta duelo contra Godín

Atacante e zagueiro são companheiros no Atlético de Madrid; França e Uruguai se enfrentam na sexta-feira

1 jul 2018
12h33
atualizado às 13h31
  • separator
  • comentários

Depois de garantir a classificação nas oitavas de final contra a Argentina, a França se prepara para encarar o Uruguai nas quartas de final da Copa do Mundo. O atacante Antoine Griezmann falou, em coletiva neste domingo (1º), sobre a expectativa de enfrentar Diego Godín, seu companheiro no Atlético de Madrid.

"Diego é um grande amigo, ficamos juntos quase todos os dias, no vestiário e fora do campo, até por isso ele é o padrinho da minha filha. Será um jogo com muita emoção, mas também um grande jogo", disse Griezmann.

"Na primeira vez que assinei com o Atlético, eu liguei para ele. Ele me falou bem do clube, e isso me fez ter vontade de jogar lá", completou.

Griezmann, durante entrevista coletiva (Foto: AFP)
Griezmann, durante entrevista coletiva (Foto: AFP)
Foto: Lance!

Relação com o Uruguai

Aos 27 anos, o atacante criou algumas raízes uruguaias ao longo da carreira. Além da amizade com Godín, ele jogou com Carlos Bueno na Real Sociedad na temporada 2009/10, onde aprendeu a beber mate, hábito que tem até hoje.

"Sou um pouco uruguaio e me identifico com o estilo de jogo do Uruguai, como de Cavani e Diego. Eles dão tudo pela equipe, nunca se dão por vencidos e sempre ajudam os seus companheiros. É uma nacionalidade que eu adoro, um país que eu adoro. Vai ser muito forte emocionalmente, mas tenho confiança em fazer um bom jogo", afirmou.

Preocupação com Cavani e elogios a Mbappé

Griezmann destacou a preocupação com Endinson Cavani, essencial para o Uruguai bater Portugal no último sábado. O atacante ainda se recupera de uma lesão na panturrilha e é dúvida.

- Para mim, (Cavani) é o melhor atacante. Ele trabalha pela equipe, faz 10 mil tabelas no campo. Ele entrega tudo que tem. Se ele estiver machucado, vai mudar enormemente. É um jogador importante. Mas Suárez também é um atacante chato",- avaliou.

O grande nome da França contra a Argentina foi Kylian Mbappé, que marcou dois gols e teve lances de muita qualidade.

"Ele confirma o que pensamos dele. Ele impressiona pela velocidade e também pela tranquilidade. No vestiário e no túnel do estádio, ele fica sempre quieto e demonstra estar feliz por poder jogar futebol. Em campo ele se apresenta sempre para o um-dois e gosta das jogadas em profundidade. Ele será jogador de grande nível. Com certeza o Uruguai vai mudar a forma de marcar por causa dele. Cabe a nós ajudar e colocá-lo sempre em grandes condições", completou.

Veja também:

 

Lance!
  • separator
  • comentários
publicidade