PUBLICIDADE

6º, Gasly lamenta acidente e diz que teve "melhor resultado pelas circunstâncias"

Pierre Gasly crê que poderia ter terminado na frente sem o acidente, mas, dadas a situação do GP da Hungria, crê que fez o que podia. Yuki Tsunoda quer férias

1 ago 2021 15h44
ver comentários
Publicidade
Pierre Gasly foi sexto colocado no GP da Hungaria
Pierre Gasly foi sexto colocado no GP da Hungaria
Foto: Red Bull Pool Content/Getty Images / Grande Prêmio

Pierre Gasly largou na quinta colocação do GP da Hungria deste domingo (1) e terminou em sexto. Pode até parece uma movimentação normal no grid, mas tudo esteve às volta com o big-one causado por Valtteri Bottas logo na largada em Hungaroring. Gasly foi atrapalhado e deu sorte por não ser tirado da corrida. No fim, fez o que era possível.

O piloto deixou claro a forma que pensa. Não tivesse sido pego na batida talvez até a vitória estivesse em jogo. Com todos os abandonos, porém, o saldo ficou positivo.

"Para ser honesto, não sei o que pensar. Largamos em quinto, que é a melhor posição que podemos desejar, mas quase fui tirado da corrida na primeira curva. Tive que recuperar meu espaço pelo pelotão até chegar em sexto. É bom terminar onde terminamos com tudo que aconteceu na corrida, mas definitivamente podia ser melhor", afirmou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! .

Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

"Fomos os melhores do resto na classificação e fiquei feliz com o carro, então temos muita coisa positiva para tirar deste fim de semana, mas obviamente perdemos muitos pontos no campeonato, o que é decepcionante. De qualquer maneira, saio com o melhor resultado possível dentro das circunstâncias", disse.

"Parabéns a Esteban pela vitória. Creio que ele e a equipe fizeram a estratégia certa, e ele merece", finalizou Gasly.

Tsunoda se viu à frente de Hamilton em dado momento
Tsunoda se viu à frente de Hamilton em dado momento
Foto: Red Bull Content Pool/Getty Images / Grande Prêmio

Tsunoda vibra com pontos, mas fala em "reiniciar as coisas" nas férias de verão

Apesar de pontuar na Hungria, Yuki Tsunoda sabe que o desempenho ao longo do fim de semana foi complicado. No fim, o sétimo lugar veio de maneira casual. Ele aceita e se concentra na Bélgica.

"Depois da primeira volta, consegui pular para o quinto lugar, algo que me agradou bastante. Tive dificuldades com o carro por todo o fim de semana, mas o ritmo estava ok na corrida e conseguimos marcar bons pontos para a equipe hoje", celebrou.

"Para mim, o fim de semana foi realmente complicado até a corrida, então preciso sair daqui, reiniciar as coisas durante o recesso de verão e continuar trabalhando com a cabeça em Spa, então contiuo consistentemente a marcar pontos na segunda metade da temporada", encerrou.

Após a Hungria, a Fórmula 1 entra no recesso de verão e corre somente no GP da Bélgica, marcado para o fim de semana de 29 de agosto.

Grande Prêmio
Publicidade
Publicidade