PUBLICIDADE

Rock in Rio | Cidade do Rock ganha miniusina de energia solar permanente

Foram instaladas mais de 200 de placas fotovoltaicas na Cidade do Rock capazes de gerar energia verde que ficarão como legado para o Parque Olímpico

11 set 2022 - 00h03
(atualizado em 12/9/2022 às 08h18)
Compartilhar
Exibir comentários

Uma miniusina eleétrica de energia solar foi montada na Cidade do Rock e vai ficar como legado perene para o Parque Olímpico - local em que ocorre o Rock in Rio. A ação faz parte de uma iniciativa de sustentabilidade da Heineken (marca de cerveja que patrocina o evento) em busca de reduzir impactos.

A instalação é formada por 206 placas fotovoltaicas que atualmente abastecem as ativações da cervejaria. A boa notícia é que, após o término do festival, a miniusina vai ficar como um legado perene.

A iniciativa faz parte do projeto Green Your City, voltado ao abastecimento usando energia verde e fica dentro do pilar de sustentabilidade da marca.

Toda a tecnologia foi desenvolvida pela empresa brasileira My Own Energy (M.O.E). Os painéis solares usados no projeto têm capacidade de produzir 111 kWp - kilowatts peak, em inglês (quilowatt-pico, em português). De acordo com a empresa, isso é suficiente para garantir o funcionamento de três das ativações da marca, ao longo dos sete dias de festival: o bar próximo ao Palco Mundo, as Beer Stations e toda a estrutura da Tirolesa.

Para ajudar a ter uma dimensão da capacidade, a Heineken afirma que a energia produzida pela miniusina é suficiente para abastecer até 73 casas populares. Com tempo de duração das placas chegando até 25 anos, a expectativa é de que a utilização da estrutura reduza a emissão de cerca de 300 toneladas de CO2 no período.

Onde estão as placas solares?

As placas de energia solar estão distribuídas em dois pontos dentro do Parque Olímpico: o primeiro deles é fixo e fica no telhado de uma das arenas; já o segundo é uma instalação móvel, localizada no chão do Velódromo. Após o término do festival, as placas móveis serão realocadas e reunidas com o material dos telhados, formando a miniusina.

Foto: Divulgação/Heineken / Canaltech

A estrutura depois de pronta será usada para complementar a demanda de energia elétrica no local, que recebe outros eventos. Entre os planos da cervejeira, estão abastecer 50% dos pontos de venda em 19 capitais com energia renovável até 2030.

De acordo com a companhia, foram três semanas de trabalho entre montagem e testes para que todas as placas fossem integradas à central de energia do parque.

Trending no Canaltech:

Canaltech
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade