PUBLICIDADE

Biz Markie (1964-2021)

17 jul 2021 03h13
ver comentários
Publicidade
Foto: Divulgação/Cold Chillin' / Pipoca Moderna

O ator e rapper Biz Markie morreu na sexta-feira (16/7), aos 57 anos, em um hospital de Baltimore de complicações de diabetes.

Nascido Marcel Theo Hall no Harlem, em Nova York, ele adotou o nome artístico de Biz Markie ao buscar sucesso como rapper nos anos 1980.

Seu álbum de estreia, "Goin 'Off", foi lançado em 1988 e emplacou o hit "Make the Music with Your Mouth, Biz", que destacava sua habilidade como beat box humano. Mas foi o segundo disco, "The Biz Neverleep", de 1989, que o catapultou para o topo das paradas de sucesso, graças à faixa "Just a Friend", um rap romântico até hoje em evidência graças à inúmeros samples em gravações da nova geração.

Sua carreira sofreu um baque na época do terceiro álbum. "I Need a Haircut" (1991) foi tirado de circulação pela gravadora Warner após um processo ruidoso do compositor Gilbert O'Sullivan, devido ao uso sem permissão de um trecho de seu sucesso de 1972, "Alone Again (Naturally)". O caso se provou histórico e forneceu uma lição cruel para os artistas de hip-hop, demonstrando a necessidade de obter autorização dos detentores dos direitos autorais antes de utilizar discos de terceiros como bases musicais.

Biz Markie brincou com a situação com o título de seu quarto álbum, "All Samples Cleared!" (todos os samples liberados, de 1993), mas o lançamento não fez o mesmo sucesso de outrora e ele só foi lançar outro disco dez anos depois - "Weekend Warrior" (2003), que teve ainda menos repercussão e encerrou sua discografia.

Apesar disso, ele continuou sendo celebrado como pioneiro do rap por seus trabalho clássicos, recebendo convites para parcerias com vários artistas ao longo dos anos, incluindo os Beastie Boys em três álbuns - "Check Your Head" (1992), "Ill Communication" (1994) e "Hello Nasty" (1998) - , além de Snoop Dogg (o single "The Vampors"), Will Smith ("So Fresh") e até os Rolling Stones ("Anybody Seen My Baby?").

Ao mesmo tempo em que a carreira musical estagnava, Markie foi convidado pelo cineasta Robert Townsend para interpretar a si mesmo na comédia de super-herói "Homem Meteoro" (1993). Entusiasmado com a experiência, fez aparições no humorístico "In Living Color" em 1994, mas a carreira de ator não fez sombra a seu legado como rapper.

Ainda assim, fez algumas figurações que chamaram atenção, como um rapper alienígena em "Homem de Preto II" (2002) e um pizzaiolo em "Sharknado 2: A Segunda Onda" (2014). Nos últimos anos, ainda apareceu como ele mesmo em episódios das séries "Empire" (em 2016) e "Black-ish" (em 2016), além de fazer discotecagens e apresentar um programa de rádio.

O artista estava trabalhando num filme chamado "Chaaw" antes de passar mal e precisar ser internado. Notícias de sua morte chegaram a circular na semana passada, mas foram prematuras. Ele deixa sua esposa, Tara Hall.

Lembre abaixo o grande sucesso de Biz Markie.

Pipoca Moderna Pipoca Moderna
Publicidade
Publicidade