0

Livro mostra jogador sendo sugado para dentro de Fortnite

Imaginação de escritor gamer é assim: vira livro. Já imaginou ser sugado para dentro de seu jogo favorito?

20 nov 2018
12h06
  • separator
  • comentários

A gente aqui é fã de livro, sempre fazemos questão de enfatizar que é nossa grande paixão junto com games, quadrinhos e séries de TV. Então, não vamos nem disfarçar a empolgação com o lançamento de Preso em Battle Royale – Batalha nos Campos Fatais (título original: Clash at Fatal Fields – Trapped in Battle Royale), de Devin Hunter.

Trata-se simplesmente de uma aventura não oficial inspirada no jogo Fortnite, um dos novos gigantes do mundo dos MMOs atuais. Lançado em meados de 2017, Fortnite já conquistou 125 milhões de jogadores registrados com a premissa simples de usar conceitos e mecânicas de MMOs competitivos com personagens e cenários mais coloridos, com jeitão de mundo da fantasia. E é nesse cenário que entra o livro de Devin Hunter, que chega ao Brasil via Galera Junior, do Grupo Editorial Record.

Foto: Reprodução

A trama acompanha o protagonista Grey, um garoto de 12 anos que aguarda a chegada das férias para passar o tempo inteiro jogando videogame. Só que, num lance inesperado, ele acaba sendo sugado para dentro da realidade virtual de Fortnite, onde sua consciência fica presa até que ele se torne um dos cinco melhores da batalha.

As regras são simples: 100 jogadores, uma temporada de dois meses e cinco batalhas por dia. O começo não é fácil e Grey é facilmente abatido por outros competidores diversas vezes. Mas aos poucos ele descobre que apenas força de vontade e coragem não são suficientes para subir no ranking. Ao se aliar com outros jogadores, ele mostra como trabalho em equipe, amizade e companheirismo são as ferramentas certas para chegar à vitória.

Vale lembrar que o autor americano Devin Hunter também é gamer na vida real e já tem outros livros e contos publicados, sempre na linha da fantasia, como a série Modern Witch e The Witch's Book of Spirits.

 

Geek

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade