PUBLICIDADE

Imagens de lua de Júpiter dão pistas de água líquida abaixo de superfície de gelo

Local pode ser um dos melhores lugares para procurar ambientes com possibilidade de existir vida fora da Terra

16 mai 2024 - 18h53
Compartilhar
Exibir comentários

A crosta de gelo da lua chamada Europa de Júpiter não está mais no mesmo lugar, apontam imagens da câmera a bordo da nave espacial Juno, da Agência Aeroespacial dos Estados Unidos (Nasa). As imagens também revelaram atividades de espécies de jatos de água salgada e rupturas na típica camada de gelo que envolve o satélite.

Em setembro de 2022, Juno fez seu voo mais perto até Europa, a quarta maior entre as 95 luas de Júpiter, e ficou a 355 km da superfície congelada do satélite. Foram feitos registros perto do equador da lua. Europa não tinha fotos de alta resolução desde o voo de Galileu, em 2000.

Cientistas acreditam que um oceano gigante fica abaixo da superfície de gelo da lua. De acordo com a Nasa, a água salgada da lua pode ser um dos melhores lugares para procurar ambientes com possibilidade de existir vida fora da Terra. Esse oceano está associado à teoria de que essa camada é livre e se move. Isso resulta em padrões de fraturas.

Agora, a equipe de Juno encontrou o mesmo padrão no hemisfério sul do satélite, o que significa que a teoria é ainda mais ampla do que se imaginava anteriormente.

Para a equipe de Juno, essas formações reforçam a ideia de que a camada de gelo da lua cede em lugares em que bolsões de água salgada estão abaixo da superfície.

Estadão
Compartilhar
TAGS
Publicidade
Publicidade