PUBLICIDADE

Projeto ensina jovens do socioeducativo a rimarem no DF

A Arte de Rimar realiza oficinas há dez anos. Para o idealizador, atuar no sistema socioeducativo é especial

13 mai 2024 - 08h53
Compartilhar
Exibir comentários
Resumo
Próximas oficinas acontecerão entre junho e agosto nas unidades de socioeducativas de Planaltina e São Sebastião. Iniciativa passou por escolas públicas e particulares. Para idealizadores, atuar em unidades onde jovens estão reclusos são ocasiões especiais.
Ensino de construção de rimas e escrita criativa, além de exercícios, como ritmo de leitura, estão no programa
Ensino de construção de rimas e escrita criativa, além de exercícios, como ritmo de leitura, estão no programa
Foto: Divulgação

Entre junho e agosto, o projeto A Arte de Rimar será realizado nas unidades de socioeducativas de Planaltina e São Sebastião, em Brasília. Será mais uma ação com jovens, mostrando que o rap pode ser um caminho. O projeto completa dez anos.

Entre março e abril, realizou oficinas na Unidade de Internação de Brazlândia (UIBRA). Nos encontros, os jovens que cumprem medidas socioeducativas gravaram quatro músicas com temas relacionados à liberdade, sonhos, objetivos e vivências.

Um dos idealizadores do A Arte de Rimar, o rapper Nenzin MC, explica que as oficinas seguem uma metodologia própria. “Os jovens, além do conteúdo teórico, têm a oportunidade de realizar diversas atividades de criação conjunta, como exercícios de trava-línguas, técnicas de brainstorm, batalha de rimas, rima interna x rima externa, flow e dicção, dinâmicas de terminação e leitura em ritmo”, enumera.

O projeto A Arte de Rimar já passou por escolas públicas e particulares, pelo programa Jovem de Expressão e conta com uma versão on-line. Mas para Nenzin MC, as edições realizadas no sistema socioeducativo são especiais.

Jovens escrevem letras e gravam músicas, mudando a perspectiva. Alguns saem das aulas querendo ser artistas
Jovens escrevem letras e gravam músicas, mudando a perspectiva. Alguns saem das aulas querendo ser artistas
Foto: Divulgação

“Vê-los empolgados ao ouvir a própria música que escreveram e perceber que muitos podem sair dali querendo ser artistas, é algo único. Nosso principal objetivo com o projeto é democratizar e disseminar o acesso à escrita, à música e à produção”, ressalta Nenzin MC.

Realizado desde 2014, o projeto A Arte de Rimar é uma oficina de rimas e escrita criativa que visa ensinar técnicas e exercícios para o aprendizado e aprimoramento na construção de rimas improvisadas e produção de composições poéticas e musicais.

A iniciativa conta com a produção de Natália Botelho, Nenzin MC e Biro Ribeiro como oficineiros, e a produção das batidas das músicas é do produtor musical La$t, de Mossoró (RN).

Fonte: Visão do Corre
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade