PUBLICIDADE

Lima

Museu em Lima expõe as torturas usadas pela Inquisição

Publicidade
Quando os espanhóis conquistaram o Peru, no século 16, criaram em Lima uma filial da mais terrível e temida instituição da Igreja Católica: o tribunal da Inquisição. Por quase 300 anos, vários colonos foram julgados e condenados a diversos sofrimentos  em alguns casos, até à morte  por não seguirem os dogmas religiosos. Para lembrar essa história, foi criado, em 1968, o Museu do Congresso e da Inquisição, que expõe diversas técnicas de tortura usadas durante o período colonial. Apesar do tema mórbido, hoje o museu é o mais visitado do Peru, atraindo quase 232 mil visitantes por ano. A entrada é gratuita. Endereço: Plaza Bolívar, 548. Tel.: 00xx 311 7777.5160. Todos os dias, das 9h às 17h. Visitas guiadas em inglês, espanhol, português, alemão e italiano
Quando os espanhóis conquistaram o Peru, no século 16, criaram em Lima uma filial da mais terrível e temida instituição da Igreja Católica: o tribunal da Inquisição. Por quase 300 anos, vários colonos foram julgados e condenados a diversos sofrimentos em alguns casos, até à morte por não seguirem os dogmas religiosos. Para lembrar essa história, foi criado, em 1968, o Museu do Congresso e da Inquisição, que expõe diversas técnicas de tortura usadas durante o período colonial. Apesar do tema mórbido, hoje o museu é o mais visitado do Peru, atraindo quase 232 mil visitantes por ano. A entrada é gratuita. Endereço: Plaza Bolívar, 548. Tel.: 00xx 311 7777.5160. Todos os dias, das 9h às 17h. Visitas guiadas em inglês, espanhol, português, alemão e italiano
Foto: Visor Peru/Creative Commons
Publicidade