PUBLICIDADE

Fígado: conheça as funções e as doenças que afetam o órgão

Praticar exercícios e evitar bebidas alcoólicas são formas de protegê-lo

20 jan 2023 - 15h01
Compartilhar
Exibir comentários

O fígado é um órgão extremamente importante para o funcionamento do corpo. Ele é dividido em 8 segmentos independentes, o que facilita a extração de parte dele no caso de tumores ou de doação para transplante intervivos.

Fígado é um órgão importante para a saúde
Fígado é um órgão importante para a saúde
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

De acordo com a hepatologista Dra. Carla Matos, entre as funções do fígado estão produção de proteínas e vitaminas, a transformação de nutrientes e substâncias tóxicas, o armazenamento e a liberação do glicogênio (reserva de energia para células) e a produção da bile (uma secreção que será utilizada na digestão da gordura).

Doenças mais comuns

De acordo com a hepatologista, as doenças mais comuns são a hepatopatia alcoólica e a esteatose hepática, que é o acúmulo de gordura nas células do fígado. "Além da esteatose e hepatopatia alcoólica, existem as hepatites por vírus, hepatite autoimunes, doenças de depósito [que são distúrbios metabólicos hereditários] e doenças genéticas. A melhor forma de diagnóstico são exames de sangue específicos, ultrassonografia e biópsia hepática", comenta a médica. Para prevenir hepatites virais, pratique sexo seguro e evite o compartilhamento de objetos que possam estar sujos de sangue, como alicates de unha, lâminas, seringas, entre outros.

Tratar doenças no fígado é importante para que elas não evoluam para cirrose
Tratar doenças no fígado é importante para que elas não evoluam para cirrose
Foto: Shutterstock / Portal EdiCase

Sintomas

Segundo a profissional, o paciente só apresentará sintomas em casos de hepatite aguda ou cirrose avançada. "Na hepatite aguda, o sinal mais característico é a icterícia (olho amarelo). Cirróticos em fase avançada podem apresentar inchaço nas pernas e barriga, vômitos com sangue e a encefalopatia, caracterizada por confusão mental, que pode ser desde leve até o coma", adverte.

Se não forem tratadas ou controladas, todas as doenças do fígado podem evoluir para a cirrose. "O tratamento é específico para cada uma e varia desde a abstinência etílica até a necessidade de uso de medicamentos ultramodernos, disponíveis há pouco tempo em nosso meio", explica a Dra. Carla Matos.

Quando procurar um médico?

Ter hábitos saudáveis, como práticas de exercícios e evitar bebidas alcoólicas, são formas de prevenir doenças relacionadas ao fígado. "É um órgão silencioso, ou seja, pela falta de terminação nervosa, a inflamação no fígado não gera dor ou desconforto. Não se deve esperar sintomas para procurar um hepatologista. Se seus exames de rotina mostram alteração no fígado, este especialista deve ser procurado para que a prevenção da cirrose pelo tratamento da doença de base seja promovido", recomenda a Dra. Carla Matos.

Portal EdiCase
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade