PUBLICIDADE

Dois vilões dos cabelos no verão que ninguém conhece

Confira o que o hair Stylist Luigi Moretto revelou sobre vilões pouco conhecidos para o cabelo no verão.

10 fev 2024 - 16h31
Compartilhar
Exibir comentários

Não é só o clima mais quente, o sol, o cloro e o sal que são os vilões dos cabelos durante o verão. O hair Stylist Luigi Moretto revela o que pode mesmo atrapalhar a saúde dos fios nesta estação.

O cobre é mais prejudicial do que o cloro

Muita gente pode não acreditar, mas é mito que o cloro da piscina deixa o cabelo esverdeado. "Na verdade, isso é culpa do cobre, um material muito utilizado para limpeza das piscinas e até nos chuveiros mais antigos. O cloro tem efeito antioxidante, ou seja, ele despigmenta a cor e desbota os fios. A dica para não sofrer com isso, principalmente as loiras, é tomar uma ducha e retirar o excesso após um mergulho, antes de voltar para o sol, mas o mesmo cuidado vale para qualquer cor de cabelo", fala Luigi.

[caption id="attachment_4238" align="alignnone" width="300"]

Dois vilões dos cabelos no verão que ninguém conhece
Dois vilões dos cabelos no verão que ninguém conhece
Foto: Sou Mais Bem Estar

© perinjo de Getty Images Signature via Canva.com[/caption]

Lavar errado também prejudica

Aproveitando os dias quentes vale ainda trocar água quente pela morna na hora da lavagem e usar shampoo mais ácido e com Ph mais baixo do que o cabelo. "O pH mais adequado e indicado para limpar os fios sem agredi-los varia entre 5 e 6,5. É fundamental que o pH do shampoo seja baixo e tenha ativos hidratantes. Dessa maneira, ao abrir a cutícula nas lavagens, os componentes responsáveis por penetrar na estrutura capilar conseguem dar mais brilho e maciez.  Dessa forma, os fios ficarão com as cutículas mais fechadas e, portanto, mais fortes", ensina o especialista que dá a dica da lavagem: "É importantíssimo lavar os cabelos duas vezes sempre, principalmente nos dias mais quentes, já que a primeira vai eliminar os resíduos de finalizações e a oleosidade do couro cabeludo que migra para comprimento e ponta.

A segunda aplicação finaliza a "faxina". Fazendo com que os fios fiquem sem resíduos oleosos. O ideal é reaplicar até sentir que o fio não está mais com aspecto oleoso ou escorregadio, daí sim ele está 100% limpo e saudável para receber a máscara e depois o condicionador que devem ser aplicados exatamente nesta ordem", finaliza.

Fonte: Luigi Moretto, é diretor criativo e idealizador do Studio Moretto, localizado no coração na capital paulista. |@luigimoretto

Sou Mais Bem Estar
Compartilhar
Publicidade
Publicidade