PUBLICIDADE

Qual a melhor meditação? Veja 5 opções

Autoconhecimento pode ser chave na hora de escolher

11 mai 2022 05h00
ver comentários
Publicidade

É comum meditadores buscarem por conteúdos alinhados com a necessidade de momento, mas os recém-chegados podem se frustrar ao não alcançarem objetivos ou não encontrarem os materiais mais indicados ao seu nível de experiência ou demanda momentânea. 

Quando o tema meditação é explorado, torna-se mais fácil identificar as modalidades e alternativas mais adequadas ao perfil ou situação, entretanto isso não quer dizer que haja barreiras que impeçam experiências e que elas dividam os grupos somente entre aqueles com vivência maior e outros ainda no processo de conhecimento. 

Um estilo de vida, meditação pode se ter diferentes objetivos
Um estilo de vida, meditação pode se ter diferentes objetivos
Foto: Mariia Korneeva / Adobe Stock

Alívio de estresse e controle de ansiedade são pilares fortes e muito pesquisados por praticantes ou pessoas que demonstram curiosidade sobre a prática, ainda assim é importante lembrar que várias outras frentes podem ser acessadas por meio da meditação. Confira abaixo 5 linhas meditativas ou estilos, quando escolher e se realmente há um perfil para cada. 

Autoconhecimento 

É um dos grandes tópicos abordados pela meditação, justamente pela proposta que visa ajudar praticante a se conectar com a própria essência por meio do elo entre corpo e mente. A modalidade não se fecha aos diferentes níveis, pelo contrário, pode e deve ser explorada por todos que tenham interesse, até mesmo por ser base fundamental para reflexão, o que dará aos meditadores um melhor suporte para identificar estados emocionais, como estresse e ansiedade. 

Guiada 

As meditações guiadas têm como alicerce as instruções que chegam aos meditadores para que eles executem os passos, também vale lembrar que todo o leque, como autoconhecimento, mindfulness e outros, está inserido aqui. Ela pode ser uma ótima saída para quem está começando e deseja se aprofundar antes de tentar modalidades diferentes. Isso não quer dizer que a versão tenha um “prazo de validade”, ou seja, indicada apenas por um determinado tempo. Há inúmeros conteúdos que abrangem todos os praticantes. 

Livre 

Apesar de não haver qualquer tipo de regra que oriente a um perfil, essa opção pode ser muito utilizada por aquele público mais experiente e que quer tentar algo novo. Como esperado, não há diretrizes ou um guia que vá desbravando o terreno com praticante, mas a meditação livre, também chamada de não guiada, reúne os pilares e pode garantir sensações incríveis. Pela ausência de instrutor, por característica, pode não ser a melhor possibilidade para os recém-chegados e com pouca intimidade com a meditação. 

Mindfulness 

Essa é uma técnica que pode estar bem conectada à produtividade, mas não apenas. Quando a sua rotina parece repleta de atividades e você está com dificuldade de se concentrar em uma tarefa, ou quem sabe não consegue aproveitar ao máximo o tempo de descanso, a mindfulness, cuja tradução é atenção plena e que tem como meta auxiliar no processo de compreensão do momento, surge como alternativa.  

Quer alguns exemplos? Sabe aquele instante em que você está tomando um café reforçado, mas não consegue se desligar dos problemas do trabalho? Mindfulness traz a reflexão sobre esse tipo de cenário na tentativa de mostrar aos praticantes como viver a ocasião ao máximo e focar somente nela, criando uma consciência mais ampla sobre o presente visando vivenciar as sensações. Está lendo um e-mail? Leia apenas o e-mail; está conversando com alguém, foque no diálogo. A modalidade também é indicada para todos.  

Músicas 

Ótima escolha para quem identificou um momento de estresse e ansiedade e, naquele exato momento, não conseguirá executar uma meditação, por exemplo. Porém não são indicadas apenas para esse público ou tipo de situação, já que existem diversas coleções como: concentração, foco, dormir melhor, relaxamento etc. A música de relaxamento, exemplificando, pode trazer uma ambientação de paz, com sons da natureza envoltos em um instrumental calmo e leve.  

É importante aprender a identificar a condição de momento para conseguir aproveitar melhor e acertar em cheio na escolha da(s) linha(s) meditativas, mas as modalidades também têm grande conexão e se complementam. Não se prenda às mais comuns nem aos estilos, explore cada opção e vá diversificando ao longo do tempo para criar hábito. A meditação ideal é aquela mais conectada ao seu momento, assim também é possível ir variando conforme necessidade. 

 

Conheça o Atma! O app de meditação está disponível para Android e iOS

ATMA Seu app de meditação
Publicidade
Publicidade