0

Sandy e Junior inspiram fãs a "vestir" nostalgia da dupla

Músicas, releituras de letras e até revistas estreladas pela dupla viram estampas de t-shirts que bombam nos shows da turnê "Nossa História"

19 ago 2019
09h00
  • separator
  • 0
  • comentários

O retorno de Sandy e Junior na turnê de comemoração dos 30 anos da primeira aparição da dupla na TV inspirou marcas e os próprios fãs a criarem camisetas para assistirem aos shows devidamente uniformizados. As estampas cativam pela nostalgia, e são bem diversificadas: vão desde trechos de músicas, releitura de hits famosos, chegando até mesmo a capas de revistas estampadas pelos filhos de Durval de Lima, o cantor Xororó, e Noely.

Marcas investem na dupla Sandy e Junior para cativar clientes
Marcas investem na dupla Sandy e Junior para cativar clientes
Foto: Printerama/ TSF / Divulgação

Desde 2018, antes mesmo da confirmação dos shows, a Printerama tinha em seu catálogo uma camiseta inspirada no hit Dig-Dig-Joy. Antino Silva, um dos sócios da marca cearense, afirma que uma das metas da sua empresa é suprir carências afetivas de fãs, e Sandy e Junior seria uma delas. “Parte das estampas que a gente cria tem a ver com algum tipo de memória que as pessoas têm. E os irmãos se encaixam nisso. Não tinham mais CD novo, mais shows em vista. Os fãs não tinham o que consumir”, explica. 

Após as datas serem confirmadas, houve um boom nas vendas da estampa em aproximadamente 60%, e um novo modelo foi criado, a “Turu Turu”. “Sempre vi a camiseta como uma forma de as pessoas se comunicarem, interagirem. Não é por uma questão diretamente relacionada com moda”, acrescenta o jornalista, que tem como parceiro da empresa o designer Téo Brito.

TSF produziu camisetas inspiradas nas músicas de Sandy e Junior
TSF produziu camisetas inspiradas nas músicas de Sandy e Junior
Foto: TSF / Divulgação

Releitura

Fã dos irmãos cantores que encerraram a dupla em 2007, Eduardo Derrico apostou no próprio gosto para personalizar as camisetas da marca da qual é dono, a T-Shirt Factory (TSF), após descobrir que a dupla iria retornar aos palcos. O detalhe é que ele decidiu atualizar versões cantadas lá atrás. “Esse turu turu aqui dentro é fome" e "Mais um dia sem saber se a lenda dessa paixão faz sorrir ou faz chorar", que fazem menção aos hits "Quando Você Passa" e "A Lenda".

“As estampas estão causando uma grande repercussão online porque são estampas inteligentes, em cima das letras de Sandy e Junior. A gente tentou trabalhar as músicas de um jeito diferente e conseguimos fazer as estampas viralizarem por aí. Acho que o grande diferencial é esse”, defende Derrico. 

Segundo ele, a coleção "Turu Turu", baseada em canções dos irmãos está entre as mais vendidas da TSF, que também aposta na “euforia” dos fãs para cativar os clientes. “Ficamos animadíssimos quando os cantores anunciaram que sairiam em turnê e decidimos que faríamos as camisetas. Foi um movimento natural e o público pediu muito”, explica.

Nostalgia rentável para o negócio

Na avaliação da semioticista e professora do Departamento de Relações Públicas da USP Clotilde Perez, é positivo para as marcas associar o conteúdo a um passado vivido melhor, o que é muito comum quando se pensa nas memórias da infância. “Provoca um retorno para um tempo com menos responsabilidade, onde tudo funcionava melhor e a diversão era factível. O afeto era muito mais garantido. Conectar isso a produtos é uma maneira de materializar essa afetividade. Camiseta, é roupa, é corpo. Você traz para perto de você”, justifica a docente. 

Imortal

Para tornar inesquecível o momento de reencontro com os ídolos de infância, a influenciadora digital Naiana Ribeiro, de 25 anos, produziu as próprias camisetas para ir ao show da dupla em Salvador, no dia 13 de julho. Ela e o casal de amigos Thaís Berbert e Geovane Talon customizaram as próprias roupas. 

“A gente gostou de várias marcas, mas achávamos muito caro. Foi então que, vasculhando alguns sites, achamos uma matéria que contava a biografia de Sandy em capas de revista. A partir disso fizemos a t-shirt com as capas. Sendo que cada um usou uma manchete que conversasse com a própria personalidade”, detalha Naiana.

Com a ideia, o trio pagou R$ 34 por camiseta, metade dos preços vendidos no mercado, e ainda criar uma estampa exclusiva. “Foi bem legal a repercussão. Acabou sendo bem grande nas redes sociais. Quem viu no dia do show comentou e achou engraçado”, relembra a influenciadora. 

Em Recife, a dentista Catarina Fisher, de 25, também optou pelo fator economia na hora de se vestir à caráter. “Foi a primeira coisa que pensei após comprar o ingresso, ir uniformizada. Como o frete deixava ainda mais cara a blusa eu acabei fazendo a minha própria, inspirada em estampas que achei na internet”, explica a profissional de saúde, que gastou R$ 20 no fardamento de fã. 

A psicóloga Gabriela Oliveira, de 31 anos, ainda está na fase de escolha da camiseta que irá criar para assistir Sandy e Junior no próximo dia 25 de agosto, em São Paulo. “Eu sou fã deles desde pequena. Na infância ou adolescência, não tive a chance de ir a nenhum show deles. Agora que eu sou adulta continuo emocionada. Vai ser um grande evento”, diz.  

Turnê

Nossa História já passou por capitais como Recife, Salvador, Fortaleza, Brasília e Rio de Janeiro. Belo Horizonte (18), São Paulo (24 e 25) e Curitiba (31) serão os próximos destinos em agosto. Sandy e Junior ainda passarão por Manaus, Belém, Porto Alegre, Nova York (Estados Unidos), Lisboa (Portugal), e voltarão para shows em São Paulo e Rio.

Veja mais:

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade