PUBLICIDADE

Problemas respiratórios podem piorar no calor; saiba como amenizar

Uma das principais formas de evitar problemas respiratórios no calor é com a lavagem nasal; veja dicas para fazê-la corretamente

17 nov 2023 - 17h01
(atualizado às 18h51)
Compartilhar
Exibir comentários

O calor extremo, como o que o Brasil vem enfrentando, pode trazer ou exacerbar vários problemas respiratórios. Quem sofre com rinite ou até asma, por exemplo, pode perceber pioras nesses períodos.A desidratação e, consequentemente, o ressecamento da mucosa, é a principal causa disso.

Veja como fazer lavagem nasal e evitar problemas respiratórios - Shutterstock
Veja como fazer lavagem nasal e evitar problemas respiratórios - Shutterstock
Foto: Alto Astral

"As temperaturas muito altas acabam causando uma transpiração grande pelo nosso corpo, a gente perde bastante água para o ambiente, e isso pode trazer impacto para o corpo inteiro", explica Dr. Marcel Menon Miyake, que é otorrinolaringologista.

O problema de o calor causar o ressecamento da mucosa é que isso aumenta bastante a sensação de irritação que quem já tem alguma doença respiratória sofre. "Fora que isso faz com que essa barreira, que é a mucosa do nariz, fique mais vulnerável a infecções, porque a função dos cílios que limpam todas as partículas e microrganismos dentro do nosso nariz fica comprometida", completa o especialista.

O calor, principalmente quando não está chovendo, também aumenta a concentração de alguns poluentes na atmosfera que ajudam a agravar algumas condições respiratórias. Além disso, o uso de ar-condicionado neste período também pode causar o ressecamento da mucosa por dois motivos.

"Em primeiro lugar, através do choque térmico. Com essa mudança muito brusca de temperatura, tem pessoas que são mais sensíveis e já apresentam coriza, aumento de secreção no nariz e até aumento do nariz entupido. E, se esse ar-condicionado não tiver uma manutenção adequada, pode exacerbar a rinite alérgica, porque ele acumula fungos e outros alérgenos que irritam a mucosa respiratória, tanto do nariz quanto do pulmão", explica Dr. Marcel.

O que fazer?

Dr. Marcel explica que o mais importante para evitar problemas respiratórios é hidratar o corpo. Isso deve ocorrer tanto por meio da ingestão de bastante água quanto pela lavagem nasal com o soro fisiológico.

Ela pode ser tanto de baixo volume, feita com os sprays ou jato contínuo, ou de alto volume, com a seringa e as garrafinhas.

Dicas para lavagem nasal

Segundo o especialista, um cuidado importante com a lavagem é que ele deve ser com alto volume, mas baixa pressão. "Ou seja, não é para apertar com força a seringa ou a garrafinha. Pode apertar devagarzinho que naturalmente esse soro já vai fluir de um lado para o outro do nariz. Se a gente aperta muito forte e faz muita pressão, esse soro pode subir pela tuba auditiva. Isso vai predispor uma infecção de ouvido, as chamadas otites", diz.

Além disso, é importante seguir outras dicas, como fazer a lavagem no banheiro, inclinar o tronco um pouco para a frente para que o líquido não te molhe e manter a boca aberta ou mesmo falar uma vogal contínua para evitar que o soro fisiológico vá do nariz para a boca.

Alto Astral
Compartilhar
Publicidade
Publicidade