PUBLICIDADE

Met Gala: Kardashian e o vestido de Marilyn de US$ 5 milhões

3 mai 2022 10h04
| atualizado às 10h22
ver comentários
Publicidade

Não tem para ninguém. A chegada de Kim Kardashian ao tapete vermelho do Met Gala, nesta segunda-feira (2), causou mais um frisson no mundo da moda, que promete ficar marcado para sempre na iconografia fashion do evento. A socialite simplesmente chegou com o polêmico vestido de 6 mil cristais e semitransparente usado por Marilyn Monroe no aniversário do então presidente dos Estados Unidos John Kennedy, em 1962.

Kim Kardashian
Kim Kardashian
Foto: Reprodução/Instagram/@kimkardashian / Elas no Tapete Vermelho

A influencer, que sempre causa em tapetes vermelhos, especialmente no Met Gala, perdeu 7 kg para poder entrar no vestido feito a partir de um esboço de Bob Mackie para o costureiro francês Jean-Louis, que recebeu US$ 1.440 para confeccionar a peça especialmente para a atriz e cantora. Hoje, o vestido pertence ao Ripley's Believe It Or Not Museum e tem valor estimado em US$ 5 milhões.

Kim foi a primeira pessoa a usar a peça após a própria Marilyn e escreveu sobre isso em suas redes sociais. "Estou muito honrada por estar usando o icônico vestido que Marilyn Monroe usou em 1962 para cantar "Parabéns a você" para o presidente John F. Kennedy. É um deslumbrante vestido justo adornado com mais de 6 mil cristais costurados à mão pelo costureiro Jean Louis." O tema da exposição aberta após o baile é "Na América: uma Antologia da Moda". Uma escolha perfeita de Kim.

Em entrevista à revista "Vogue" americana, a celebridade contou que achava que conseguiria entrar no vestido sem problemas, porque tinha a imagem de que Marilyn possuía curvas como ela. Quando provou, percebeu que não conseguiria vestir e, como a peça não pode ser alterada, resolveu fazer uma dieta radical.

"Eu usava um roupão de sauna duas vezes por dia, corria na esteira, cortava completamente todo o açúcar e todos os carboidratos e apenas comia os vegetais e proteínas mais limpos", disse ela à revista. "Eu não morri de fome, mas era muito rigoroso". Um mês depois, ela provou novamente a peça e serviu. "Queria chorar lágrimas de alegria quando ele entrou", confessou ela à "Vogue".

Vestido de Marilyn exposto em museu
Vestido de Marilyn exposto em museu
Foto: Reuters/Reprodução / Elas no Tapete Vermelho

Outras publicações disseram que Kim perdeu 7kg. Além disso, para "se transformar" em Marilyn, passou 14 horas descolorindo os cabelos, apesar de não usar o mesmo penteado da atriz, que morreu meses depois da festa ao presidente americano. Ela faleceu em agosto de 1962 e Kennedy fez aniversário em maio.

Kim usou o vestido original apenas para passar pelo tapete vermelho e subir as escadarias do Metropolitan Museum de Nova York. Na festa, o trocou por uma réplica, que também pertence ao Ripley.

As redes sociais compartilharam fotos com o look usado por Kim e por Marilyn. Quem ficou melhor?

Elas no Tapete Vermelho
Publicidade
Publicidade