A mulher que sou

Você já se perguntou a mulher que é?

30 mar 2021
14h32 atualizado às 14h41
0comentários
14h32 atualizado às 14h41
Publicidade
Você já se perguntou a mulher que é? - Shutterstock
Você já se perguntou a mulher que é? - Shutterstock
Foto: João Bidu

Você já se perguntou a mulher que é?

Faça uma reflexão sobre tudo que passamos, desde a dar a luz ou ter que provar a uma sociedade inteira o quanto somos capazes.

E muitas vezes nos deparamos com um mundo que nos diz NÃO a todo momento e a todo instante temos que provar nossa capacidade.

Veja o quanto a história se repete e trazemos marcas e dores vindas das nossas antepassadas, o tanto que elas reivindicaram e renunciaram para que pudéssemos estar aqui hoje, continuando suas lutas e batalhas.

E o que você tem feito com tudo isso por você?

Ser mulher é passar por diversas situações e ter que lidar com muitas delas caladas e em algumas vezes, evitamos ocupar certos espaços e de ter certos comportamentos, ou deixar de usar vestimentas porque uma sociedade julga ser o mais correto e adequado.

  • Mas o que é correto para você?
  • O que te faz feliz?
  • O que está disposta a fazer para ser a mulher que você quer ser?

Não importa se seu corpo está com os chamados "quilinhos" a mais, ou se seu cabelo não é padrão de beleza, ou se seus seios não estão turbinados. O que importa se você não é uma dona de "casa exemplar"? Aquela que passa, lava e cozinha como ninguém, a chamada mulher para casar.

Ou se você quer trabalhar e alcançar espaço no mundo executivo e se destacar como a CEO do ano, nada disso importa se você não for capaz de se definir em SI e ser o que deseja ser, sem se importar com o que os outros pensam.

Seja capaz de assumir seu potencial e de reconhecer seus pontos de força, seja exatamente o que você deseja ser para si, sem se importar se muitos concordam ou não. Simplesmente seja a mulher que você quer ser.

Seja mulher que ocupa os espaços e que ao mesmo tempo que é singular consegue ser plural, tenha sua personalidade e não deixe e nem aceite que te diminuam por isso.

Você tem tanta força, tanta vitalidade para existir, o sopro da vida existe em você e você precisa viver o seu mundo dentro da sua verdade.

Lembra da pergunta que sempre nos faziam quando criança "o que você quer ser quando crescer"?

Garota, cresça, seja você e agora te pergunto:

Quem você quer ser quando crescer?

Texto: Renata Prado | Terapeuta e Taróloga

João Bidu
Publicidade
Publicidade