PUBLICIDADE

Salpicão de Natal: 10 receitas simples e fáceis

Um dos acompanhamentos favoritos dos brasileiros, o salpicão ganha novas versões para surpreender os paladares neste Natal

14 dez 2023 - 22h15
(atualizado às 22h37)
Compartilhar
Exibir comentários
Veja como fazer um delicioso salpicão neste Natal
Veja como fazer um delicioso salpicão neste Natal
Foto: Guia da Cozinha

Toda família tem seus pratos favoritos e típicos na ceia de Natal. Em algumas mesas, não pode faltar farofa; em outras, bacalhau; já outras famílias acham que a maionese é um prato obrigatório para o Natal. E, nessa lista de pratos amados e típicos de fim de ano, não pode faltar o salpicão!

Um dos acompanhamentos favoritos das famílias, o salpicão de Natal é, tradicionalmente, feito de frango, maionese, milho, cenoura e a controversa uva-passa, além da batata palha que é usada para decorar e dar crocância ao prato. Mas, nada impede que novas versões de salpicão sejam servidas na ceia de Natal para impressionar as pessoas e conquistar os paladares.

De onde surgiu o salpicão?

Acredita-se que o salpicão tenha origem no salpicón, que não é um prato, mas sim um preparo utilizado na França, onde um ou mais ingredientes crus ou cozidos são preparados em um tipo de molho.

No Brasil, as primeiras versões do prato datam da década de 50 e, desde então, o salpicão de Natal é quase obrigatório nas ceias das famílias — e, por que não, fora da época natalina também?

Uma curiosidade sobre o prato é que, em Portugal, o salpicão também existe, mas é bem diferente do acompanhamento que amamos consumir no Brasil: no país europeu, o salpicão é um embutido, geralmente feito de carne de porco, e temperado com sal, vinho branco ou tinto, alho, colorau doce ou picante e louro, e se assemelha muito a uma linguiça.

O salpicão português é comumente consumido com pão, diferentemente do nosso salpicão de natal, que é um acompanhamento nas refeições.

Quais cuidados tomar para conservar o salpicão?

Por ser geralmente feito de maionese, muitas pessoas têm medo de consumir o salpicão algum tempo depois de seu preparo, temendo intoxicações alimentares.

Por isso, além de saber como preparar o salpicão, é preciso também saber quais cuidados tomar para conservá-lo. Temos algumas dicas para você:

Busque consumir o salpicão em até três dias: o prato dura esse período na geladeira sem estragar. Depois desse tempo, o melhor a fazer é descartá-lo para evitar o consumo de comida estragada;

Não deixe o salpicão fora da geladeira por mais de duas horas: o tempo máximo que o salpicão — ou qualquer outra comida feita com maionese — pode ficar fora da geladeira é duas horas. Então, por mais que a vontade de exibir seu prato seja grande, prefira deixá-lo na geladeira até o momento da ceia e refrigere-o novamente assim que possível;

Você pode congelar o salpicão: sobrou salpicão de Natal e você não sabe o que fazer? Pode congelar! O salpicão dura até três meses no freezer sem perder a qualidade. Mas, prefira fazer isso apenas se o prato não leva maionese, já que, durante o congelamento, ela pode perder sua textura e se separar dos demais ingredientes.

10 receitas simples e fáceis de salpicão de Natal

Agora que você já sabe como conservar o salpicão de Natal para que ninguém corra risco de sofrer uma intoxicação alimentar, é hora de saber como preparar essa receita.

Um prato simples de ser feito, o salpicão ganhou diversas variações com o passar dos anos e cada uma depende do gosto pessoal e da família de quem o prepara.

Por isso, é possível encontrar desde o tradicional salpicão, com frango e maionese, até versões feitas com carne-seca, peru ou com apresentações diferenciadas, como o salpicão na cestinha de parmesão. Afinal, a criatividade do brasileiro é um dos ingredientes de todos os pratos que são feitos aqui.

Salpicão tradicional

Frango cozido, maionese, batata, cenoura, uva-passa branca, uva-passa preta: esse salpicão leva todos os ingredientes já tradicionais ao prato. Mas, ele tem um diferencial que vai encantar e conquistar os paladares: uma maçã verde picada e hortelã, que trazem refrescância para o prato.

Prepare essa receita de salpicão tradicional — com um toque surpresa — para sua ceia de Natal!

Salpicão natalino

O salpicão de natal é uma alternativa para quem não gosta de maionese. Ele leva creme de leite em sua receita, substituindo a maionese. Por outro lado, os outros ingredientes podem ser encontrados na receita comum: frango, salsão, cenoura e batatas são alguns dos que aparecem no prato.

Além disso, as amêndoas garantem o clima da festa ao salpicão natalino. 

Salpicão de carne-seca

Carne-seca é uma proteína que vai bem com abóbora, batata, arroz e, agora, é um ingrediente que também funciona no salpicão!

A receita do salpicão de carne-seca não tem muitas alterações em relação ao salpicão tradicional. Inclusive, ela continua sendo fácil e simples de ser feita. A maior diferença é que, no lugar do frango, é incluída a carne-seca, dando um sabor diferente e especial para o prato. 

Salpicão de atum

Fãs de peixes também tem sua vez quando falamos sobre salpicão. No salpicão de atum, o peixe enlatado é misturado com repolho, cenoura, maionese e batata palha para criar uma nova versão do prato.

O toque especial vem em um ingrediente novo em relação às outras versões de salpicão: a pimenta dedo de moça, que traz uma leve ardência para o prato. 

Salpicão de sardinha

Quem prefere sardinha à atum também tem uma opção de salpicão para chamar de sua. Além disso, essa opção de prato é vista como benéfica para a saúde, já que a sardinha é conhecida por ser uma fonte de proteínas e ômega 3.

Fácil de ser feito, o salpicão de sardinha fica pronto em 20 minutos e pode ser usado também como recheio para lanches!

Salpicão com bacon

Bacon deixa tudo melhor e isso não seria diferente com o salpicão. Simples de fazer, o salpicão com bacon nada mais é do que a receita tradicional, mas com uma porção deliciosa e crocante de bacon misturada à ela.

Impressione sua família e amigos neste natal fazendo a receita de salpicão com bacon.

Salpicão crocante

Ser surpreendido por uma textura diferente em um prato tradicional é delicioso! Por isso, esse salpicão crocante, que leva como ingrediente especial as bolachas cream-cracker, vai conquistar os corações de quem experimentá-lo durante sua ceia.

O truque aqui é deixar a bolacha para ser misturada por último, quase na hora de servir, evitando que ela fique murcha devido ao contato com a maionese e o tempo na geladeira.

Salpicão vegetariano

O Natal é época de se reunir com a família e, por isso, é importante garantir que ninguém se sinta de fora da ceia ou da troca de presentes. Com esse salpicão vegetariano, que não leva frango, vai ficar mais fácil incluir todos à mesa, sem restrições para quem é vegetariano.

Uma dica: substituindo a maionese comum pela maionese vegana, esse prato se torna um prato vegano e pode agradar ainda mais pessoas durante a ceia de Natal.

Salpicão agridoce

Misturar sabores é sempre delicioso e isso não é diferente quando falamos sobre o Natal. Por isso, o salpicão agridoce, feito com parmesão ralado, nozes e frutas, é um prato que garante o novo sabor doce à já tradicional receita salgada.

Além disso, as nozes, junto à maçã, garantem crocância ao prato, trazendo uma mistura de sabores e texturas. Experimente para inovar em sua ceia de Natal!

Salpicão de sobras

Sobrou chester da ceia? Não jogue fora: transforme ele em um salpicão de chester, saboroso e que vai deixar o gostinho de Natal por mais tempo no ar.

Aqui, o chester substitui o frango. Mas, também é possível usar tender, lombo ou outras carnes no lugar da proteína. Basta dar asas à imaginação!

Veja a receita de salpicão de sobras de chester e saiba como adaptá-la às suas sobras.

Procurando mais pratos para o Natal? Acesse o Terra Degusta e veja como fazer sua ceia — das entradas à sobremesa.

7 pratos para uma ceia saudável de Natal ou Ano Novo 7 pratos para uma ceia saudável de Natal ou Ano Novo

Redação Degusta
Compartilhar
Publicidade
Publicidade