PUBLICIDADE

Como temperar peito de frango

3 ago 2022 - 17h09
(atualizado às 17h26)
Ver comentários
Publicidade
A versatilidade e o preço do peito de frango faz com que o corte seja um dos mais consumidos no Brasil | Foto: Shutterstock
A versatilidade e o preço do peito de frango faz com que o corte seja um dos mais consumidos no Brasil | Foto: Shutterstock
Foto: Guia da Cozinha

Saber a maneira correta de como temperar peito de frango é uma etapa essencial para obter o melhor desta carne, além, é claro, de uma refeição suculenta e saborosa. Presente no prato da maioria dos brasileiros, essa parte do frango é democrática e vai bem em qualquer momento.

Isso sem falar no preço! Por ser um corte bem acessível, o preparo do peito de frango exige muita criatividade, não é mesmo? Ou seja, haja tempero! Por isso, separamos algumas dicas para você que quer aprender o jeito certo de como temperar peito de frango e dar aquele diferencial no almoço ou jantar da sua família. Confira a seguir:

A versatilidade e o preço do peito de frango faz com que o corte seja um dos mais consumidos no Brasil | Foto: Shutterstock
A versatilidade e o preço do peito de frango faz com que o corte seja um dos mais consumidos no Brasil | Foto: Shutterstock
Foto: Guia da Cozinha

Comece pela limpeza:

Parece meio óbvio, né? Mas para temperar o peito de frango é necessário que a carne esteja bem limpinha. Nesse sentido, existem etapas importantes que precisam ser respeitadas, tudo bem? A primeira delas é a etapa de descongelamento.

Caso o corte que você vá utilizar para a refeição esteja congelado, é importante que você o descongele antes de qualquer coisa. Para isso, é necessário que você desembale o peito de frango, coloque em um prato e deixe descongelar naturalmente na geladeira.

Outra maneira muito útil de descongelar quando se está com pressa é deixando o peito de frango em um saquinho. Neste caso, você deixará a carne submersa em uma tigela com água e ir trocando esse líquido a cada 10 minutos.

Ah, e nada de deixar o peito de frango descongelando na pia, hein? Sendo assim, para que sua carne não se torne foco de bactérias, é importante que ela passe por esse processo em baixas temperaturas.

O segundo momento importante é não lavar o peito de frango. Apesar de ser comum, lavar o peito — assim como qualquer outro corte de frango — pode ser até perigoso. Isso porque a água pode acabar espalhando bactérias presentes na carne crua e infectando outros alimentos.

Após essa etapa você pode prosseguir com a limpeza da carne. Lembre-se de remover todos os nervos, gorduras e cartilagens presentes no peito de frango. Por fim, caso faça cortes, siga as fibras da carne. Desse jeito, você vai garantir uma melhor ação dos temperos, além de uma carne bem suculenta.

Para que o peito de frango fique ainda mais saboroso, é importante cortar a carne seguindo as fibras | Foto: Shutterstock
Para que o peito de frango fique ainda mais saboroso, é importante cortar a carne seguindo as fibras | Foto: Shutterstock
Foto: Guia da Cozinha

Temperando o peito de frango:

Essa é a parte mais importante, não é mesmo? Afinal, temperar o peito de frango é a etapa que garante sabor à carne. Por isso, é importante que você use os temperos de sua preferência! Contudo, existem alguns que são curingas e harmonizam bastante com a carne branca. Veja só quais são:

  • curry;
  • molho shoyu;
  • mostarda.

Essas são ótimas opções que você pode incluir na hora do preparo! Mas se você é uma pessoa que prefere optar pelo básico, como temperar com sal e pimenta-do-reino, não há problema. O importante é que o peito de frango esteja bom o suficiente para o seu paladar e de sua família.

Existem temperos específicos como o alecrim e o curry que harmonizam muito bem com o peito de frango | Foto: Shutterstock
Existem temperos específicos como o alecrim e o curry que harmonizam muito bem com o peito de frango | Foto: Shutterstock
Foto: Guia da Cozinha

Dicas para quem quer inovar no preparo:

Agora se a sua questão é variedade na hora do preparo, saiba que o peito de frango é mil e uma utilidades. Portanto, listamos abaixo algumas opções para você que quer experimentar algo novo com essa carne:

    Guia da Cozinha
    Publicidade
    Publicidade