PUBLICIDADE

Whey protein não é só para quem faz academia; veja quem pode tomar

O suplemento alimentar pode ser utilizado por pessoas que não praticam exercício para que a meta de proteína do dia seja atingida

15 dez 2023 - 09h35
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: vovashevchuk / iStock

O Whey protein é muitas vezes associado exclusivamente a atletas musculosos, mas a nutricionista esportiva Ingrid Krichinak esclarece que essa proteína feita apartir do soro do leite pode beneficiar diferentes perfis, indo além dos praticantes de atividades físicas.

Ingrid destaca que o whey é uma fonte de proteína de alto valor biológico, com aminoácidos essenciais cruciais para a síntese proteica muscular. No entanto, ela desmistifica a ideia de que apenas quem pratica exercícios precisa incorporar o whey na dieta. Idosos com dificuldades alimentares e profissionais ocupados podem utilizar o suplemento como uma alternativa prática para atingir suas metas proteicas.

A nutricionista ressalta que o mito de que todo praticante de musculação deve consumir whey protein não é verdadeiro. “Se já atingimos nossas metas de proteína por meio de alimentos como ovos, carnes e laticínios, não é obrigatório adicionar whey. Ele entra como um substituto ou conveniência em situações específicas, como a falta de tempo para preparar uma refeição”, explica ela. 

Ingrid também esclarece as diferenças entre as variantes do whey: concentrado, isolado e hidrolisado. O whey concentrado é composto por 80% de proteínas, enquanto o isolado é indicado para intolerantes à lactose. O hidrolisado, por sua vez, é recomendado para quem precisa das proteínas já quebradas e pré-digeridas.

Qual a diferença entre suplementos para emagrecer e para ganhar massa muscular? Qual a diferença entre suplementos para emagrecer e para ganhar massa muscular?

“Há um mito que o whey isolado é melhor que o concentrado por não ter carboidrato, mas isso não é real! A quantidade de carboidratos que o whey tem é irrelevante, a diferença entre eles é mais por conta dessa diferença de lactose”, esclarece a nutricionista. 

No contexto mais amplo, o whey protein é valioso pela sua concentração de aminoácidos essenciais, que estimulam a síntese proteica muscular. A rápida digestão e absorção oferecem vantagens, especialmente no pós-exercício, otimizando a janela anabólica.

Por fim, Ingrid enfatiza que o whey protein é um complemento nutricional conveniente, mas não é uma solução isolada para o ganho de massa muscular. Para resultados ótimos, é crucial combiná-lo com treinamento adequado, uma dieta equilibrada e a orientação de profissionais de saúde.

Redação Degusta
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade