0

Massagem feita com óleo de maracujá amacia e revigora a pele

10 mar 2014
07h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Desenvolvido para atender às necessidades das centenas de mulheres que não têm tempo para se dedicar a todos os cuidados que a pele precisa para ficar bonita, um novo tratamento corporal promete recuperar a beleza, maciez e vivacidade do tecido cutâneo, além de aliviar os efeitos que o cansaço pode provocar no corpo.

Chamada de Maracujá Anti Stress, a técnica conta com uma massagem relaxante feita com o óleo extraído da fruta mundialmente conhecida por ser rica em vitaminas A e C e por apresentar propriedades que funcionam como um verdadeiro calmante para o organismo. “O ativo utilizado durante o procedimento consegue manter o equilíbrio do manto hidrolipídico (camada de proteção da pele), além de amaciar e hidratar profundamente as dermes mais secas”, informa Ana Paula Carvalho Oliveira dos Santos, fisioterapeuta e gerente do Le Spa, do Santa Teresa Hotel, do Rio de Janeiro.

Realizado com movimentos de tração e alongamento, o ritual foi desenvolvido para harmonizar não somente o corpo, mas também a mente. Além disso, consegue induzir o paciente a um total estado de tranquilidade e descanso, tornando-se ideal para casos onde há tensão muscular, estresse e dores.

Indicada, especialmente, para quem sofre com o ressecamento do tecido cutâneo, a técnica pode ser feita em todos os tipos de pele. No entanto, deve ser evitada por pacientes que apresentam recentes inflamações ou quadros de hemorragias. “Já no caso das gestantes, o método só é liberado após os três primeiros meses de gravidez”, alerta a especialista.

Indolor, a novidade não oferece incômodos aos adeptos, que podem sentir, apenas, um leve desconforto devido à pressão imposta pelas manobras feitas durante a massagem.

Resultados
Já na primeira sessão do Maracujá Anti Stress, que tem duração de uma hora e o preço sugerido de R$ 220, é possível notar uma maior suavidade e hidratação na área tratada. Contudo, por se tratar de um tratamento que visa, também, o relaxamento, a recomendação é que ele seja feito duas vezes por semana ou de acordo com a necessidade especifica de cada paciente.

Veja também:

De andador, veterano de guerra de 99 anos arrecada milhões para saúde pública britânica
Fonte: Agência Hélice
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade