Plástica capilar: o que é e para que serve?

30 ago 2017
08h00

Seus cabelos estão secos, opacos e sem vida? Se nem uma hidratação profunda está resolvendo o problema, você precisa conhecer a plástica capilar.

Com o objetivo de repor minerais e nutrientes, ela trabalha além da superfície dos fios. A ideia é justamente reconstruir o cabelo de dentro para fora com aminoácidos que agem no centro da estrutura. Na verdade, a técnica nada mais é do que uma versão mais elaborada da escova progressiva feita nos salões.

Dá para ter o cabelo maravilhoso sem precisar ir ao salão!
Dá para ter o cabelo maravilhoso sem precisar ir ao salão!
Foto: Nomadsoul1 - iStock

Como funciona?

A primeira etapa é a lavagem do cabelo com um shampoo de limpeza profunda. O procedimento funciona melhor se os cabelos estiverem livres de qualquer tipo de resíduo. Além disso, o produto abre as cutículas das madeixas e as prepara para receber a hidratação.

Depois deste processo, o cabelo ainda molhado recebe um gel que pode ter entre seus componentes, substâncias como queratina e argila branca. A aplicação é feita mecha por mecha para que todos os fios recebam o tratamento de forma uniforme.

A queratina reage com o calor, por isso, o profissional completa o procedimento com o uso do secador ou da chapinha. O tratamento demora, em média, cerca de duas horas para ser concluído.

Terminado, recomenda-se não lavar os cabelos por pelo menos três dias para que os agentes tenham tempo de agir e reconstruir a estrutura dos fios. O retoque pode ser feito de mês em mês ou quando as madeixas estiverem muito danificadas.

Apesar de incrível, este tratamento não substitui os cuidados diários com os cabelos. Além de hidratações profundas quinzenalmente, usar produtos de boa qualidade é imprescindível.

Se você quiser potencializar ainda mais os resultados, escolha shampoos e condicionadores que cuidem da raiz e da pele. Couro cabeludo saudável melhora o crescimento dos fios e deixa-os mais fortes e bonitos.

Fonte: TC

compartilhe

publicidade
publicidade