PUBLICIDADE

Nasa mostra antes e depois de enchentes no Rio Grande do Sul

Registros fazem parte do mapeamento de deslizamentos de terra e áreas sem energia

9 mai 2024 - 20h39
(atualizado às 20h56)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Divulgação/NASA

A Nasa, agência espacial dos Estados Unidos, divulgou, nesta quinta-feira, 9, imagens aéreas que mostram o estado atual da região metropolitana de Porto Alegre, devastada pelas chuvas que atingem o Rio Grande do Sul.

Em um dos registros, a organização exibiu o antes e o depois da área da Lagoa dos Patos. Diferentemente da captura do dia 20 de abril, o relato de 6 de maio mostra a água do Rio Jacuí já tomando conta de parte da região.

Outra imagem, desta vez mais próxima do solo, mostra a vista aérea do Centro Histórico de Porto Alegre, do aeroporto Salgado Filho e dos estádios de Grêmio e Internacional. Além dos rios invadindo a cidade, a diferença de coloração da água também chama a atenção. 

Imagem de satélite de 20 de abril
Imagem de satélite de 20 de abril
Foto: Divulgação/NASA
Imagem de satélite de 6 de maio
Imagem de satélite de 6 de maio
Foto: Divulgação/NASA

Um dos cartões postais da capital gaúcha, o Rio Guaíba também foi bastante afetado pela chuva. Nesta quinta, ele ficou abaixo dos 5 metros pela primeira vez desde sábado. Seu escoamento para a Lagoa dos Patos, no entanto, provoca novos alagamentos.

De acordo com a Nasa, os registros de satélite fazem parte do mapeamento de deslizamentos de terra e áreas sem energia.

Situação do Rio Grande do Sul

Até o início da tarde desta quinta, a Defesa Civil do Estado confirmou 107 óbitos em decorrência das enchentes no Estado. Além dos mortos, há o registro de 136 pessoas desaparecidas. 

Apesar de as imagens da Nasa mostrarem o estrago causado em Porto Alegre, quase todas as cidades do Rio Grande do Sul foram atingidas pela chuva. Dos 497 municípios gaúchos, 425 foram afetados de alguma maneira. 

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade