0

iFood chega a 39 milhões de pedidos por mês durante pandemia

Crescimento foi impulsionado por uma alta de 44% nos pedidos para pequenos e médios restaurantes

12 ago 2020
18h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O iFood anunciou nesta quarta-feira, 12, que chegou à marca de 39 milhões de pedidos ao mês durante a pandemia. O número foi obtido em junho deste ano, impulsionado por um crescimento de 44% nos pedidos para pequenos e médios restaurantes - cerca de 18 milhões de pedidos foram feitos por esses estabelecimentos em junho. Atualmente, o aplicativo de delivery conta com mais de 212 mil restaurantes parceiros, um crescimento de 32% em relação a março deste ano, quando a empresa registrava 160 mil.

"Já vínhamos observando um crescimento de pequenos e médios restaurantes dentro da plataforma, em 2019 esse segmento cresceu 29% entre março e junho, e agora, neste mesmo período em 2020, saltou ainda mais", diz Henrique Iwamoto, vice-presidente de negócios do iFood.

Segundo o iFood, durante a pandemia também houve uma mudança nos padrões de comportamento do consumidor. Os pedidos em padarias registraram crescimento de 156% no período, e consumo de doces e bolos também aumentou 88% em junho.

Além disso, a plataforma identificou mudanças no horário dos pedidos. Apesar de os usuários ainda procurarem o iFood principalmente para almoço e jantar, houve aumento de pedidos no café da manhã - nos dias de semana, essa procura aumentou 133%, e nos finais de semana 127%.

Nesta quarta, o iFood também deu mais um passo para novos modais de entrega: a empresa recebeu aval da Anac para fazer entregas com drones. A previsão é de que os primeiros voos experimentais sejam realizados em outubro em Campinas.

Veja também:

TikTok se aproxima da Oracle para permanecer nos EUA
Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade