PUBLICIDADE

Prefeituras ampliam acesso a serviços públicos com uso de IA

Municípios exploram aplicação em áreas como saúde, educação, segurança pública e assistência social para agilizar atendimento e oferecer serviços mais acessíveis e eficientes

29 abr 2024 - 17h26
Compartilhar
Exibir comentários

Algumas prefeituras estão adotando a inteligência artificial (IA) para interagir com os cidadãos e facilitar o acesso a serviços públicos. Essa tendência visa superar a tradicional falta de agilidade e tecnologia nas prefeituras. Agora, com soluções baseadas em IA, é possível resolver questões como solicitar a segunda via do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), agendar consultas em hospitais municipais ou a poda de uma árvore.

Foto: Image by Freepik / DINO

Embora a IA seja mais comumente utilizada para oferecer atendimento rápido e episódico aos cidadãos, alguns municípios estão explorando suas aplicações em áreas como saúde, educação, segurança pública e assistência social. De acordo com César Alcacio, Diretor Executivo da 3P Brasil, empresa especializada em oferecer soluções integradas de atendimento e facilities, a utilização de chatbots e assistentes virtuais têm se destacado como uma ferramenta eficaz para simplificar processos e responder às necessidades dos cidadãos de forma rápida e intuitiva.

Para acessar a tecnologia, dezenas de capitais e cidades do interior do país estão criando laboratórios de inovação e firmando parcerias com universidades, startups e big techs. "Diversas prefeituras já estão colhendo os benefícios dessa iniciativa, proporcionando uma experiência mais ágil e eficiente para os cidadãos e promovendo a modernização dos serviços públicos", explica Alcacio.

A pandemia da covid-19 exigiu que os municípios avançassem na transformação digital. No período, inclusive, surgiu um movimento colaborativo de compartilhamento de códigos-fonte. A prefeitura de Recife, por exemplo, cedeu seus códigos de programação para que outras cidades também pudessem criar seus próprios apps de agendamento de vacinação. A cidade também criou um aplicativo de vagas de emprego e um outro onde o morador pode acessar, de forma rápida, mais de 650 serviços da prefeitura.

Em São Paulo, o uso de IA pela prefeitura ganhou tração no ano passado, após a criação do hub de inovação Inspira Sampa em 2022, em parceria com big techs e universidades como a Mackenzie. Em dezembro de 2023, a Prodam-SP lançou quatro produtos com IA da linha "Pronto", que visa dar celeridade aos processos e facilitar a prestação de serviços.

Na Secretaria da Fazenda, a robô digital Sofia (uma espécie de ChatGPT interno da prefeitura) ajuda os servidores a buscarem informações rápidas sobre temas como IPTU, ITBI ou taxas, para auxiliar no atendimento ao público. O CEO afirma que com essas plataformas de conversação automatizada, os cidadãos podem realizar uma variedade de tarefas, como solicitar informações sobre documentos, agendar consultas médicas, obter orientações sobre programas sociais, entre outros serviços disponibilizados pela prefeitura.

Rio de Janeiro e Belo Horizonte também investem no setor. O primeiro utiliza IA para pilotar um 'drone semeador', que dispersa cápsulas de sementes nativas para reflorestamento, e outro projeto voltado para o processamento de previsões meteorológicas imediatas e de curto prazo. Em BH, a prefeitura investiu nos últimos anos em infraestrutura tecnológica, como data centers, fibra óptica, sistemas de informação e de segurança da informação. "Essa tendência reflete o compromisso das prefeituras em acompanhar os avanços tecnológicos e adotar soluções inovadoras para atender às demandas da população de forma cada vez mais eficaz e acessível", conclui o diretor executivo.

Para saber mais, basta acessar https://www.3pbrasil.com.br/ 

DINO Este é um conteúdo comercial divulgado pela empresa Dino e não é de responsabilidade do Terra
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade