PUBLICIDADE

Israel rejeita projeto palestino que impõe fim à ocupação

Texto deve ser apresentado durante a semana ao Conselho de Segurança da ONU

15 dez 2014 07h12
| atualizado às 08h57
ver comentários
Publicidade
<p>Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu</p>
Primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu
Foto: Gali Tibbon / Reuters

Nesta segunda-feira, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, rejeitou o projeto em que os palestinos pedem a aprovação de uma resolução para acabar com a ocupação israelense no prazo de dois anos. O texto deve ser apresentado durante a semana ao Conselho de Segurança da ONU. 

"Não aceitamos as tentativas que pretendem nos impor medidas unilaterais em um prazo determinado, em um momento no qual o islamismo radical se propaga no mundo", afirmou Netanyahu, segundo a rádio militar local, antes de viajar a Roma para uma reunião com o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.

No domingo, um alto alto dirigente da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) anunciou que os palestinos pretendem apresentar o projeto na quarta-feira ao Conselho de Segurança da ONU. Analistas acreditam que os Estados Unidos devem vetar a iniciativa.

Segundo o governo de Israel, a resolução do conflito deve ser o resultado de uma negociação direta com os palestinos, atualmente paralisada. No domingo, Netanyahu rejeitou de maneira categórica a ideia de uma saída da Cisjordânia e de Jerusalém Oriental no prazo de dois anos.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade
Publicidade