PUBLICIDADE

Mundo

Família de brasileiro achado morto em lago na Alemanha faz 'vaquinha' para trazer corpo para MG

Alexandre Luiz Toledo de Oliveira, de 37 anos, era de Minas Gerais e trabalhava em pizzaria; causa da morte ainda não foi divulgada

30 nov 2023 - 12h42
(atualizado às 14h06)
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução: Redes Sociais

Parentes de um brasileiro encontrado morto na Alemanha criaram uma 'vaquinha' para arrecadar R$ 80 mil para pagar os gastos com a transferência do corpo para o Brasil. Alexandre Luiz Toledo de Oliveira, de 37 anos, foi achado em um lago na cidade alemã de Fulda, na manhã da última sexta-feira, 24.

Alexandre era natural de Varginha (MG) e, segundo a família, vivia na Europa desde 2018. Morou em Portugal, mas recentemente tinha se mudado para Alemanha.

"Alexandre foi embora deixando mãe, pai, filhos, irmãos, amigos, esposa e seus sonhos", diz o trecho da descrição da vaquinha online. "Ajude-nos a trazer o corpo de Alexandre de volta e podermos nos despedir com amor e dignidade que ele merece."

Até às 13h desta quinta-feira, 30, a família tinha arrecadado R$ 14.915,90 com 357 doações.

De acordo com a imprensa local, os familiares receberam a notícia da morte do brasileiro por telefone. A polícia alemã teria entrado em contato com o chefe de Alexandre, que comunicou o ocorrido para os parentes no Brasil.

O corpo de Alexandre de Oliveira foi liberado do Instituto Médico Legal (IML) de Fulda nesta quarta-feira, 29. O atestado de óbito está previsto para ser liberado até sexta-feira, 1º, e até o momento, a causa da morte não foi divulgada.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade