0

Ministro da Defesa russo promete não atacar Ucrânia

Ministros da Defesa da Rússia e EUA tiveram conversa telefônica nesta quinta-feira

20 mar 2014
18h47
atualizado às 18h49
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
<p>Presidente russo, Vladimir Putin, fala com o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, durante reunião no Kremlin, em Moscou, em 20 de março</p>
Presidente russo, Vladimir Putin, fala com o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, durante reunião no Kremlin, em Moscou, em 20 de março
Foto: Reuters

O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, prometeu ao homólogo americano, Chuck Hagel, que seu país não vai atacar a Ucrânia, em uma conversa por telefone nesta quinta-feira.

Hagel mostrou-se preocupado com as movimentações de Moscou, mas Shoigu assegurou que "as tropas na fronteira estão lá somente para realizar exercícios, não têm a intenção de cruzar para a Ucrânia e não vão tomar medidas agressivas", informou o porta-voz do Pentágono, John Kirby.

Perguntando sobre quanto tempo os exercícios vão durar, o ministro russo explicou que "não tem um período de tempo fixo para isso", acrescentou Kirby.

O Pentágono tem acompanhando com apreensão as ações russas na fronteira leste com a Ucrânia, depois da Crimeia ter sido anexada por Moscou.

Kiev alertou nesta quinta que vai responder com uma ação militar se a Rússia tentar dominar alguma das diversas regiões do país que têm o russo como língua principal.

O secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, também afirmou que está preocupado com uma possível ação militar russa na Ucrânia.

Presença da Rússia na Crimeia ameaça guerra com Ucrânia; veja fotos

 

Veja também:

Bocelli se sentiu "humilhado e ofendido" por lockdown
AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade