PUBLICIDADE

França nega que brasileiro do EI planejou ataque nos Jogos

País europeu enviou comunicado ao Ministério da Defesa

19 jul 2016 - 20h01
Ver comentários
Estádio do Maracanã, situado na zona oeste do Rio
Estádio do Maracanã, situado na zona oeste do Rio
Foto: Pedro Martins/Agif / Gazeta Press

França negou nesta terça-feira (19) que um membro brasileiro do grupo jihadista Estado Islâmico (EI) tenha planejado um ataque à delegação do país europeu nas Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Em documento enviado ao Ministério da Defesa do Brasil, o diretor de Inteligência Militar de Paris explicou que a informação foi analisada pela França e pelos serviços secretos de diversas nações, que chegaram à conclusão de que a notícia é "falsa".

Nos últimos dias, o relatório da audiência de um dirigente da inteligência francesa no Parlamento revelou que um membro brasileiro do EI estava "prestes a cometer atentados" contra a delegação do país nos Jogos.

No entanto, o documento não deu detalhes sobre a identidade do possível jihadista e nem sobre o suposto plano. A audiência foi no dia 26 de maio, em uma comissão que investiga os atentados de 2015 na França, mas seu relatório só foi divulgado na semana passada.

O jornal Libération chegou a publicar que a parte do diálogo referente ao brasileiro não deveria ter sido incluída no documento final, já que não informava sua identidade e localização.

Fonte: Ansa
Publicidade
Publicidade