PUBLICIDADE

Mundo

Brasileiro desaparecido na Suíça se recupera e deve demorar para retornar ao Brasil, diz família

Polícia afirma que abriu investigação para apurar detalhes do sumiço de Márcio Rodrigues da Silva

23 nov 2023 - 10h55
(atualizado às 11h20)
Compartilhar
Exibir comentários
O brasileiro Márcio Rodrigues da Silva foi localizado nesta terça-feira, 21, após 13 dias desaparecido na Europa
O brasileiro Márcio Rodrigues da Silva foi localizado nesta terça-feira, 21, após 13 dias desaparecido na Europa
Foto: Reprodução/TV Tem

O brasileiro Márcio Rodrigues da Silva foi localizado nesta terça-feira, 21, após 13 dias desaparecido na Europa. Os detalhes sobre o que aconteceu não foram divulgados pela família e nem pelas autoridades, que ainda estão investigando os fatos. Segundo a família, ele ainda deve demorar para retornar ao Brasil.

Em entrevista ao jornal O Globo, Carlos Cera, cunhado de Márcio, disse que ele ainda está sendo atendido, e se recuperando. “Ele está se recuperando ainda e já foi feito um boletim. Vai demorar um tempo ainda para ele voltar ao Brasil. Precisa acertar a parte documental, já que foi tudo roubado, para ele voltar”, contou.

A polícia da Suíça afirma que abriu uma investigação para apurar o ocorrido. Por meio de nota, a polícia de Zurique informou que o homem foi encontrado na Espanha. Carlos Cera disse que o parente foi encontrado “bem debilitado”.

O cunhado disse que Márcio fez uma ligação por telefone e foi para a polícia para prestar depoimento. 

Ainda não há informações sobre o atual estado de saúde do brasileiro, que segundo a família, estava “bem fraco” ao ser encontrado. Também não foi divulgado onde ele estava ao longo dos 13 dias em que ficou desaparecido.

Entenda o caso

Márcio viajou para a Suíça no dia 7 de novembro, e chegou no país no dia 8. De acordo com a TV Tem, afiliada da Rede Globo, ele mandou fotos e vídeos para a esposa, Ana Lucia Cera, quando chegou ao aeroporto de Zurique.

A viagem tinha como motivo a entrega de documentos relacionados a um investimento feito pela internet.

O cunhado dele, Carlos Cera, contou à reportagem do Terra que o brasileiro foi à Zurique a trabalho, para fechar um negócio, além de resgatar uma quantia em dinheiro que tinha investida no país. De lá, ele iria para a Espanha, onde também trabalharia com a sua equipe. 

No entanto, horas depois de chegar na Suíça, no dia 8 de novembro, o empresário de Itupeva, no interior de São Paulo, teve o passaporte recolhido. Marcio chegou a encaminhar um áudio chorando para a família. “Ora por mim, estou muito preocupado”, afirma. Outro áudio foi encaminhado para a esposa dele, Ana Lúcia da Silva, onde diz que desconfia de um possível golpe.

“Seja o que Deus quiser, tá bom? Eu acho que nós caímos em uma cilada, tá bom? Muito grande. Eu vou torcer para que Deus me mantenha vivo. Eu vou falar uma coisa, amor, de coração: se acontecer alguma coisa comigo, saiba que te amo muito”, diz o áudio enviado a Ana Lúcia e divulgado pela TV Tem.

Fonte: Redação Terra
Compartilhar
Publicidade
Publicidade